Inquérito na área da saúde visa a aprimorar a formulação de políticas públicas

Chester Luiz Galvão fala sobre uma parceria da Faculdade de Saúde Pública, cujo objetivo é o de contribuir com a elaboração do Plano Municipal de Saúde nos próximos anos 

 31/08/2023 - Publicado há 11 meses
Fachada Faculdade de Saúde Pública da USP – Foto: Francisco Emolo / Jornal da USP

 

Logo da Rádio USP

Recentemente, foi desenvolvido o Inquérito Saúde ISA Capital 2023, que deve nortear a criação e aprimoração de políticas públicas na área da saúde. A pesquisa foi realizada pela Coordenadoria de Epidemiologia e Informação da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, e deve contribuir com a elaboração do Plano Municipal de Saúde nos próximos anos. 

Chester Luiz Galvão, professor da Faculdade de Saúde Pública da USP e um dos coordenadores do projeto, explica que os inquéritos tiveram início em 2003 e se estenderam para 2008, 2015 e, agora, 2023. Assim, desde o início o projeto atua com o objetivo de levantar a condição de saúde da população, o uso dos serviços de saúde e os diferentes comportamentos relacionados à saúde. “Todas essas informações são fundamentais para a elaboração de planos e políticas pela Secretaria Municipal”, explica o especialista. 

Inquérito

Chester Luiz Galvão – Foto: Reprodução/YouTube via TV Abrasco

O número de pessoas entrevistadas é alternado nos diferentes inquéritos; este ano, a organização pretende entrevistar cerca de 5 mil moradores das diferentes regiões de São Paulo. Dessa forma, especialistas treinados se deslocam até os domicílios desses indivíduos para levantar o histórico de saúde, que pode colaborar com o planejamento de políticas públicas. 

Outro aspecto importante sobre o questionário é a incorporação de questões que são relevantes para o período. Assim, Galvão comenta que, em anos anteriores, assuntos que estavam em alta eram levados em consideração na pesquisa. “Este ano entra um bloco especial sobre a questão da covid-19. Essa é uma das vantagens desses inquéritos, eles não têm a rigidez do Sistema de Informação e Saúde, permitindo uma flexibilidade e uma adequação às questões momentâneas de importância.” 

Dados

O professor destaca também que é importante acompanhar os entrevistados que relatam a ocorrência de doenças crônicas, como hipertensão, diabete e outras para avaliar o segmento e o controle feito pelo paciente. Assim, questões como padrões de dieta, consultas médicas periódicas, consumo de medicamentos e a prática de atividades físicas são utilizadas para a avaliação dos acompanhamentos de programas de saúde. 

Um dos blocos de fundamental importância para os inquéritos, que será reforçado este ano, é aquele que trata sobre a saúde mental ou emocional, sendo utilizado um questionário padrão produzido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para obtenção de um perfil desse cenário. 

A coleta de todos os dados necessários para a finalização do inquérito dura cerca de dez meses e imediatamente após a finalização é feita uma divulgação de resultados preliminares. Dessa forma, assim que a Secretaria Municipal obtém os dados necessários, diferentes análises são realizadas para a incorporação dos resultados nas políticas públicas e nos planos de saúde. 


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar no ar veiculado pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 14h, 15h, 16h40 e às 18h. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.