Fontes renováveis de energia têm potencial de crescimento

Análise é de especialista que cita biomassa e energia solar com maiores possibilidades para investimentos

  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  

O Brasil caminha firme na produção da energia através de fontes renováveis. A oferta interna de energia elétrica, que é um subconjunto da matriz energética, chega a 83% e é produzida por diversas fontes renováveis.

A energia hidrelétrica predomina no País, com 68% de participação na produção, distribuição e consumo. Na sequência, vem a energia de biomassa, a eólica e a solar ou fotovoltaica. O Brasil está bem adiantado em relação à média mundial, que é de apenas 24,1%.

Para a professora Sonia Valle Oliveira, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, a tendência de crescimento da energia de fonte renovável é irreversível e sua participação na matriz energética brasileira será cada vez maior.

Ela destaca o potencial da biomassa, principalmente do reaproveitamento da vinhaça, rica em resíduos orgânicos. A professora lembra a queda de preços na fotovoltaica, o que estimula investimentos de pequenos produtores.

Ouça a entrevista no link acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados