Arrecadação de impostos cresce 9%

Aumento é reflexo da melhora do desempenho de alguns setores da economia, crescimento do emprego e do crédito

 06/11/2019 - Publicado há 2 anos  Atualizado: 07/11/2019 as 14:07

Em âmbito nacional, a arrecadação de impostos federais atingiu R$ 82,9 bilhões em agosto de 2019, apresentando aumento de 9,7% em relação ao ano anterior. Apesar da queda do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), houve crescimento nos demais, com destaque para o Imposto de Renda para Pessoas Jurídicas (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), que cresceram 40,4% e 26,4%, respectivamente.

As informações são do Boletim Termômetro Tributário de outubro de 2019, realizado pelos pesquisadores Eduardo Carvalho e Pedro Roveri, com supervisão do professor Sergio Nahuriko Sakurai, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP.

“O avanço na arrecadação destes tributos reflete a melhora de resultado dos setores de atividades financeiras, combustíveis e eletricidade. Além disso, houve pagamentos atípicos desses tributos no valor de R$ 5,2 bilhões”, explicam os pesquisadores.

Ainda de acordo com a pesquisa, a arrecadação do Imposto de Renda Retido na Fonte sobre o trabalho, que cresceu 6,25% em relação a agosto de 2018, reflete o crescimento dos rendimentos do trabalho assalariado e de aposentadoria dos setores público e privado. O crescimento de 7,31% na arrecadação do Imposto sobre Operações Financeiras é explicado pelo aumento da concessão de crédito.

No Estado de São Paulo o total arrecadado foi de R$ 31,8 bilhões, demonstrando aumento de 4,8% em relação a agosto de 2018. Na região de Ribeirão Preto, a arrecadação totalizou R$ 399,7 milhões, enquanto que no município de Ribeirão o total foi de R$ 238,6, resultados superiores em 4,1% e 5,4%, respectivamente, ao arrecadado no mesmo mês do ano anterior.

Juliana de Lima, Assessoria de Comunicação da FEA-RP.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.