Existem mais de 150 tipos de dor de cabeça

A frequência maior entre as queixas dos pacientes em consultórios é a da enxaqueca, por ser a mais incapacitante

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O tema do Saúde sem Complicações desta semana é dor de cabeça, com o professor José Geraldo Speciali, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP.

O professor afirma que essa é uma doença que abrange todas as idades e que existem mais de 150 tipos. “A frequência maior entre as queixas dos pacientes em consultórios é a enxaqueca, por ser a mais incapacitante.” 

Speciali lembra da sensibilidade cerebral das pessoas que têm enxaqueca, responsável pelas crises de dor de cabeça no dia a dia. Essa dor é desencadeada  por cheiros, alimentos, calor e até mesmo por quadros emocionais como a ansiedade e a depressão, por exemplo.

“Não existe exame para o diagnóstico da dor de cabeça, o médico é o responsável pela identificação da dor por meio do histórico do paciente, que contribui para a descoberta dos fatores que levam à doença e direciona o tratamento para algo mais englobado”, conclui.

O programa Saúde sem Complicações é produzido pela locutora Mel Vieira e por Maju Petroni, com apresentação de Mel Vieira e trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Direção de Rosemeire Talamone.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados