Clássico de Stanley Kubrick prenuncia avanços da ciência e da tecnologia

O filme, feito há 50 anos, trata de questões tecnológicas, científicas e da evolução da humanidade

Na coluna Observatório da Inovação de hoje, dia 28 de maio, o professor Glauco Arbix presta uma homenagem ao cineasta, roteirista e produtor Stanley Kubrick, falando sobre os 50 anos do filme 2001 Uma Odisseia no Espaço, mostrando que, mais uma vez, a arte cinematográfica se adianta e oferece caminhos para a ciência, a tecnologia e, mais ainda, ensina a conviver e a fazer um mundo melhor.

Arbix comenta que o filme trata de questões tecnológicas, científicas, da evolução da humanidade e coloca pontos de interrogação com uma estética impecável. “Ele trata do descontrole da tecnologia que escorre pelas mãos das pessoas com uma fineza impressionante”, afirma. E mostra que a inteligência artificial, embora hoje esteja mais avançada do que há 50 anos, ainda não consegue dar conta.

Ouça, no link acima, a íntegra do programa.

Textos relacionados