Brasil é reconhecido internacionalmente por luta contra a cegueira

Em comentário considerado irônico pelo colunista, a USP é comparada à Universidade de Harvard

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre o Prêmio Internacional de Visão António Champalimaud 2019.

O prêmio é atribuído pela Fundação Champalimaud, instituição portuguesa que tem o objetivo de distinguir instituições que lutam contra a cegueira. Com valor de 1 milhão de euros, é a maior premiação mundial no setor da oftalmologia e combate à cegueira.

Neste ano, o prêmio foi recebido por três instituições brasileiras: duas localizadas no Estado de São Paulo, a Unicamp e a Unifesp, e também a  Fundação Altino Ventura, de Recife, Pernambuco. 

O professor chama a atenção para a grande importância do reconhecimento internacional às instituições brasileiras e parabeniza o esforço das instituições em trabalhar com o Sistema Único de Saúde do Brasil. 

Ouça acima, na íntegra, a coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha.


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar toda quarta-feira às 10h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •