Pesquisa busca voluntárias com lesões de HPV para novo tratamento

Estudo com terapia fotodinâmica é realizado pela USP em São Carlos

Por - Editorias: Universidade
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Amostra com coloração Papanicolau – observa-se uma célula atípica: Foto: Alex_brollo via Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Mulheres entre 18 e 60 anos, que sejam portadoras de lesões do tipo verrugas, causadas pelo vírus HPV na região genital, estão sendo convidadas a participar de uma pesquisa do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP, em parceria com a prefeitura da cidade.

A técnica, que será comparada com o tratamento convencional, é a terapia fotodinâmica. A pesquisa já foi realizada nas cidades de Araraquara e Ribeirão Preto e, agora, será implementada em São Carlos. O objetivo é tornar a terapia fotodinâmica uma realidade para tratar o condiloma, como uma estratégia para um novo tratamento menos invasivo.

Não podem participar do estudo mulheres grávidas ou que apresentem quadro de imunossupressão (com o vírus HIV e indivíduos transplantados em quimioterapia).

Todas as voluntárias passarão por uma triagem conduzida por médicos ginecologistas, com exames e avaliações.

As interessadas em participar do estudo poderão entrar em contato com os médicos responsáveis (Valter Fausto dos Santos e Rita Helena Schiavone Crestana) ou se dirigirem à Unidade Básica de Saúde Parque Delta, localizada na Rua Pedro Cavarette, 151, em São Carlos, na área de cuidado ambulatorial. O telefone é (16) 3361-4677.

Da Assessoria de Comunicação do IFSC

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados