Como criar a cadeira de rodas ideal? Pesquisa da USP em São Carlos quer descobrir

Estudo da Escola de Engenharia de São Carlos da USP quer identificar o perfil de pessoas envolvidas no serviço de fornecimento de cadeira de rodas, tantos os profissionais da saúde, quanto usuários

Editorias: Universidade - URL Curta: jornal.usp.br/?p=308990
Foto: Steve Buissinne via Pixabay – CC

.
De acordo com o último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 45 milhões de brasileiros sofrem de algum tipo de deficiência física. Muitos deles necessitam de cadeiras de rodas para seus deslocamentos diários. Pensando nisso, uma pesquisa realizada na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP quer entender qual é a cadeira ideal para atender a diferentes necessidades dos seus usuários.

Conduzida pelo fisioterapeuta Ramon R. Guedes de Camargo, mestrando do Programa de Pós-Graduação Interunidades em Bioengenharia da EESC, a pesquisa tem o objetivo de identificar o perfil de atuação e de interação entre as pessoas envolvidas no serviço de fornecimento de cadeira de rodas, tantos os profissionais da saúde, quanto os utilizadores.

Para participar, serão disponibilizados questionários específicos, um destinado aos cadeirantes e outro aos profissionais dos serviços que as prescrevem. Os formulários on-line permitirão aos pesquisadores compreender quem são e o que pensam sobre os serviços de dispensa de cadeira de rodas no Brasil. Os usuários de cadeira de rodas poderão responder ao questionário neste link. Já os profissionais da saúde, que atuam na prescrição de cadeira de rodas, devem responder ao questionário clicando aqui.

O estudo é orientado pelo professor José Marques Novo Júnior, em parceria com o Laboratório de Inovação e Empreendedorismo em Tecnologia Assistiva, Esporte e Saúde (Lietec) da Universidade de Federal de São Carlos (UFSCAR).

Mais informações sobre a pesquisa podem ser obtidas neste link.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.