USP assina dois acordos com a Universidade de Tsukuba

No dia 18 de junho, uma delegação da Universidade de Tsukuba (UT), Japão, visitou a USP para assinatura de um acordo de cooperação e de um acordo para instalação de escritório acadêmico de representação internacional.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail
(Da esq. p / dir.) O diretor do IQ, Luiz Henrique Catalani; o reitor Marco Antonio Zago; o reitor da Universidade de Tsukuba, Kyosuke Nagata; e o professor assistente do Departamento de Fisiologia e Biofísica da universidade japonesa, Tadachika Koganezawa

No dia 18 de junho, uma delegação da Universidade de Tsukuba (UT), Japão, visitou a USP para assinatura de um acordo de cooperação e de um acordo para instalação de escritório acadêmico de representação internacional.

Com o intuito de promover o desenvolvimento de pesquisas e outras atividades acadêmicas e culturais, o primeiro acordo prevê o intercâmbio e cooperação acadêmica entre o Instituto de Química (IQ) da USP e a Faculdade de Medicina da UT, que inclui o intercâmbio de professores e pesquisadores, de estudantes de graduação e pós-graduação; a colaboração e troca de informações, publicações e de materiais para fins acadêmicos. Este acordo tem duração inicial de cinco anos, podendo ser reeditado por igual período.

Segundo um dos docentes membros da Comissão de Relações Internacionais do IQ, Erick Leite Bastos, este convênio teve origem na colaboração entre grupos de pesquisas do IQ e da Faculdade de Medicina da universidade japonesa na área de química de espécies reativas de oxigênio.

Representação acadêmica

A segunda assinatura define as bases para o estabelecimento de um escritório acadêmico de representação da USP no campus da UT e de um outro da UT no campus principal da USP. De acordo com o acordo, cada universidade receptora oferecerá à outra uma área de trabalho e infraestrutura para a instalação da representação acadêmica e receberá representantes enviados pela universidade convidada. Esses escritórios no exterior servirão como veículos para desenvolver maior entendimento entre as partes e apoiar a implementação de pesquisa e atividades acadêmicas.

O coordenador representante ou diretor deverá ser membro do corpo docente e poderá acompanhar, fortalecer, sugerir e iniciar fortes projetos de colaboração entres suas instituições e outras instituições locais, regionais ou interregionais de ensino superior e pesquisa. As questões relacionadas a este acordo e seu desenvolvimento serão gerenciadas pela Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional da USP e pelo vicepresidente para Assuntos Globais da UT. O acordo será válido por cinco anos, podendo ser prorrogado por igual período.

De acordo com o diretor adjunto na Área de Relações Acadêmicas Internacionais da USP, Maurício da Silva Baptista, o escritório terá foco no desenvolvimento de pesquisa conjunta e nas atividades acadêmicas entre as duas universidades, não se restringindo às atividades administrativas.

A Universidade de Tsukuba é uma das universidades mais antigas do Japão, fundada em 1872. Está localizada na cidade de Tsukuba, na província de Ibaraki. Tem destaque nas pesquisas em física, economia, educação física e ciências sociais.


(Foto: Ernani Coimbra)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados