Pró-reitoria de Graduação premia os melhores docentes da Universidade

Criado para homenagear os professores da USP que se destacaram pelas atividades de docência, a Pró-Reitoria de Graduação entregou, pela primeira vez, o Prêmio Anual de Excelência em Docência, no dia 12 de dezembro.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu no Anfiteatro Altino Antunes da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ), no dia 12 de dezembro, durante a última reunião desse ano do Conselho de Graduação (CoG).

Criado para homenagear os professores da USP que se destacaram pelas atividades de docência, a Pró-Reitoria de Graduação entregou, pela primeira vez, o Prêmio Anual de Excelência em Docência. O concurso é um reconhecimento institucional aos melhores professores da Universidade e também tem o objetivo de incentivar as Unidades a implementarem ações de reconhecimento e recompensa aos seus docentes, pela qualidade de suas atividades em prol do desenvolvimento do ensino de Graduação.

Nossa preocupação, nessa gestão, foi valorizar a Graduação, resgatar sua importância e fazer com que o professor considerasse a Graduação uma prioridade. Essa é a primeira vez que a USP premia seus docentes em um nível institucional, até agora apenas algumas Unidades realizavam premiações esporádicas. É o reconhecimento oficial da Universidade aos seus bons professores e espero que a iniciativa frutifique e continue nas próximas edições”, afirmou o pró-reitor adjunto de Graduação”, Paul Jean Etienne Jeszensky.

Os seis docentes finalistas homenageados nessa primeira edição do prêmio foram os professores Ricardo Ricci Uvinha (EACH), Marcelo Macedo Rogero (FSP), Valdes Roberto Bollela (FMRP), Edson Aparecido Liberti (ICB), Thais Maria Ferreira de Souza Vieira (Esalq) e Alvino Augusto de Sá (FD). “É importante ressaltar a responsabilidade assumida ao se obter uma posição de destaque. Não só em termos profissionais, mas também pessoais, porque nós professores nos tornamos uma referência de comportamento aos jovens. É necessário haver uma preocupação com o trabalho bem feito, com propósitos coerentes e com o comportamento verdadeiro”, lembrou o professor do ICB, Edson Aparecido Liberti, ao receber o prêmio.

A seleção dos melhores docentes começou nas Unidades, que realizaram seus concursos seguindo as diretrizes definidas pela Pró-Reitoria. Os professores foram avaliados por suas atuações nas atividades didático-pedagógicas, por sua produção intelectual, por seu desempenho em atividades de orientação e no comprometimento institucional com as atividades de Graduação. Os três finalistas de cada Unidade receberam diplomas personalizados. O segundo lugar também recebeu um notebook e, o primeiro lugar, além do notebook, recebeu um projetor multimídia.

Os primeiros colocados das Unidades foram indicados para a Pró-Reitoria de Graduação, para concorrerem ao prêmio institucional. Nessa primeira edição, 24 das 42 Unidades da USP aderiram ao Prêmio e a expectativa é que a adesão aumente a cada ano.

Uma Comissão Julgadora ad hoc, composta pelos ex-reitores Antonio Hélio Guerra Vieira e Flavio Fava de Moraes; pela ex-pró-reitora de Graduação, Sonia Teresinha de Sousa Penin; e pelos pró-reitores de Graduação da Unesp, Laurence Duarte Colvara, e da Unicamp, Luís Alberto Magna, avaliaram a relação dos professores e selecionaram os seis finalistas indicados para o prêmio. Os escolhidos receberam, além de um diploma personalizado, o custeio de uma viagem internacional para participação em um congresso de livre escolha.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados