Obras do edifício-monumento do Museu do Ipiranga já estão 80% concluídas

A informação foi transmitida pelo Comitê Gestor do Novo Museu do Ipiranga em reunião realizada com os representantes das empresas e instituições que patrocinam o projeto

 21/01/2022 - Publicado há 4 meses  Atualizado: 04/02/2022 as 18:32
Por
O cronograma da obra está em dia  para a reabertura prevista para setembro de 2022 – Foto Cecília Bastos / USP Imagens

 

As obras de restauro do edifício-monumento do Museu do Ipiranga estão 80% concluídas, com cronograma em dia para a reabertura prevista para setembro de 2022. A informação foi transmitida pelo Comitê Gestor do Novo Museu do Ipiranga aos representantes das empresas e instituições que patrocinam o projeto, durante reunião on-line realizada no dia 21 de janeiro. Este foi o oitavo encontro do grupo, que tem se reunido sistematicamente desde novembro de 2019 para compartilhar dados atualizados sobre o empreendimento.

A obra é executada em duas grandes frentes: ampliação e restauro do edifício-monumento. Na parte da ampliação, foi realizada uma escavação em frente ao prédio, que abrigará a nova entrada, bilheteria, auditório para 200 pessoas, espaço do educativo, café, loja e sala de exposição temporária. Já no restauro, estão sendo realizados reparos em todos os detalhes da refinada arquitetura, incluindo a fachada, os interiores e os elementos de marcenaria, como portas e batentes.

Agora em janeiro, foi iniciado o restauro dos pisos em mosaico português na área externa do museu que compõe a laje da esplanada. Em paralelo, está sendo feita a instalação de uma das duas escadas rolantes que interligam o novo prédio ao edifício-monumento. A previsão é de que essa etapa seja concluída até o início de fevereiro.

Está sendo feita a instalação de uma das duas escadas rolantes que interligam o novo prédio ao edifício-monumento – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

 

No edifício Ampliação, o piso do auditório ganha estrutura metálica de suporte dos assentos, enquanto no prédio histórico, as primeiras salas finalizadas começam a receber, em um processo concomitante à obra, as estruturas museográficas que receberão a comunicação visual e o acervo das novas exposições – uma temporária e 11 permanentes – que serão dotadas de equipamentos multimídia para imersão, interatividade e acessibilidade.

Quando reaberto, o Novo Museu do Ipiranga terá dobrado sua área total construída e modernizado o espaço com elevadores, escadas rolantes e sistema de ar-condicionado. O custo da reforma é estimado em R$ 211 milhões.

Empresas patrocinadoras

As obras do Novo Museu do Ipiranga são financiadas via Lei de Incentivo à Cultura e têm como patrocinadores e parceiros: BNDES, Fundação Banco do Brasil, Vale, Bradesco, Caterpillar, Comgás, CSN, EDP, EMS, Itaú, Sabesp, Santander, Banco Safra, Honda, Raízen, Postos Ipiranga, Pinheiro Neto Advogados, Atlas Schindler, Novelis, B3, GHT, Nortel e Dimensional, Goldman Sachs, Rede D’Or e Too Seguros.

O governador João Doria (no destaque) participou da reunião com representantes das empresas patrocinadoras – Foto: Reprodução

 

Além dos cerca de 50 representantes das empresas patrocinadoras, participaram da reunião o governador João Doria; o secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Sérgio de Sá Leitão; o reitor da USP, Vahan Agopyan; o novo reitor da Universidade, Carlos Gilberto Carlotti Junior, que assumirá o cargo no próximo dia 25 de janeiro; o secretário-geral da Universidade, Pedro Vitoriano de Oliveira; a diretora do museu, Rosária Ono; além de outros dirigentes da USP.

O Museu do Ipiranga foi fechado para visitação do público em 2013 e a expectativa é que seja reaberto, completamente renovado e ampliado, para a celebração do bicentenário da Independência do Brasil, em setembro.

O projeto do Novo Museu do Ipiranga abarca também o Jardim Francês, localizado em frente ao edifício-monumento. Estimada em R$ 19 milhões e custeada pelo Governo do Estado, a proposta prevê a restauração de toda a área construída e de paisagismo, além da reforma do espaço da antiga administração para instalação de um restaurante, criação de infraestrutura para food bikes, restauro e modernização da iluminação pública, requalificação das vias de acesso, contemplando também equipamentos de acessibilidade, e a reativação da fonte central.

Homenagem

No dia 20 de janeiro, os dirigentes do museu prestaram uma homenagem ao reitor Vahan Agopyan. “Estamos aqui para agradecer ao professor pela dedicação ao projeto, que não seria possível sem seu apoio institucional e pessoal, assim como de toda a equipe da Reitoria”, afirmou a diretora do museu, Rosário Ono.

“Este é o resultado da excelência das equipes que temos no museu e na Universidade. É uma somatória do trabalho de dezenas de colegas, que assumiram vencer esse desafio. Transformar esta instituição em um museu do século 21, do qual a sociedade brasileira tenha orgulho, é um grande desafio que merece e precisa ser apoiado”, disse o reitor.

A homenagem contou com a presença do vice-reitor Antonio Carlos Hernandes; da pró-reitora de Cultura e Extensão Universitária, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado; do superintendente do Espaço Físico da Universidade, Francisco Ferreira Cardoso; do vice-diretor do museu, Amâncio Jorge de Oliveira; do diretor executivo da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (Fusp), Antonio Vargas de Oliveira Figueira; do superintendente de Relações Institucionais, Ignácio Maria Poveda Velasco; do secretário-geral Pedro Vitoriano de Oliveira; e da vice-diretora do Conselho Deliberativo do Museu Paulista, Vânia Carneiro de Carvalho.

O reitor Vahan Agopyan recebe uma placa das mãos do vice-diretor do museu, Amâncio Jorge de Oliveira – Foto Cecília Bastos / USP Imagens

 

(Com informações da Conteúdo Comunicação)


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.