Teatro Oficina e Grupo Silvio Santos, uma briga que dura há décadas

Alexino Ferreira comenta a disputa envolvendo o empresário e o teatrólogo Zé Celso em torno de construção imobiliária

Em sua coluna semanal, Ricardo Alexino Ferreira aborda uma questão que não é nova: a disputa entre o teatrólogo José Celso Martinez e o empresário Silvio Santos em torno da construção de três grandes torres ao lado do Teatro Oficina, que já vem de décadas. O tema  retoma questões antigas de ocupações imobiliárias na cidade de São Paulo.

No caso em pauta, Zé Celso se opõe à construção das torres, alegando que encobririam o Teatro Oficina, tombado pelo Condephaat desde 1981. Para surpresa de muitos, o próprio órgão emitiu parecer em que diz que as torres propostas pelo Grupo Silvio Santos não iriam interferir no projeto do Oficina. Para o colunista, trata-se de uma contradição. Ouça a coluna acima.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.