Saiba a diferença entre os antibióticos e os anti-inflamatórios

Apesar de causarem confusão entre suas finalidades, é preciso destacar que esses remédios são muito distintos

O boletim Pílula Farmacêutica desta edição explica quais são as diferenças entre os medicamentos antibióticos e os anti-inflamatórios.

É bastante comum que algumas pessoas confundam a finalidade dos anti-inflamatórios com a função e os efeitos dos antibióticos, portanto é necessário destacar que os remédios em questão são bem diferentes.  

Os antibióticos são indicados para casos onde existe uma infecção causada por bactérias, como, por exemplo tuberculose, pneumonia, entre outras. Esse medicamento não apresenta eficácia em infecções causadas por vírus e demais doenças não ocasionadas por bactérias. 

Já os medicamentos anti-inflamatórios possuem três funções: a anti-inflamatória como a principal, e também as funções analgésica e antitérmica. 

Ambos os remédios podem ser usados juntos, de acordo com a necessidade do caso e sempre seguindo a orientação médica, mas é importante entender que um não cumpre a função do outro, apresentando finalidades diferentes. 

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da

USP, com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana.

Ouça acima, na íntegra, o boletim Pílula Farmacêutica.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •