Novo biomarcador avalia pacientes com trauma cranioencefálico

O trauma é uma das principais causas de morbidade e mortalidade em países em desenvolvimento como o Brasil

Nesta edição da coluna Minuto do Cérebro, o professor Octávio Pontes Neto fala sobre o novo biomarcador para avaliação de pacientes com traumatismo cranioencefálico.

De acordo com o professor, o trauma cranioencefálico é uma das principais causas de morbidade e mortalidade no mundo, sobretudo nos países em desenvolvimento como o Brasil. O traumatismo acontece quando uma força traumática causa injúria ou lesão no cérebro, levando a disfunções encefálicas.      

Pontes Neto fala que a tomografia computadorizada é um exame útil para diagnosticar fraturas e contusões mais grosseiras, porém não tem sensibilidade para detectar alterações mais discretas que podem ser importantes clinicamente.

Ouça acima, na íntegra, a coluna Minuto do Cérebro.


O minuto do Cérebro
A coluna O minuto do Cérebro, com o professor Octávio Pontes Neto, vai ao ar toda terça-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.