Fevereiro é o mês de conscientização da leucemia

Prevenção ainda é a melhor maneira de lidar com a doença

 26/02/2019 - Publicado há 3 anos
Por

 

 O Brasil deve registrar até o final deste ano mais de 10 mil casos novos de leucemia, segundo dados do Inca – Instituto Nacional do Câncer. A doença, dividida entre mieloide e linfoide, pode ser classificada entre aguda e crônica. Sua detecção é fácil, um simples exame de sangue pode identificar o problema. O tratamento pode ser medicamentoso, quimioterápico e, em alguns casos, há a necessidade de transplante, mas a melhor maneira de evitar a doença é através da prevenção e conscientização, como lembra a doutora Marina De Mattos, especialista em leucemia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.