Educação deve valorizar professores e diretores de escolas

Ciclo de debates do IEA “Eleições 2018: Propostas para o Brasil” levará sugestões em carta aos presidenciáveis

  • 28
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

Com o intuito de debater maneiras de destravar áreas-chave no desenvolvimento do País, o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP promove o ciclo Eleições 2018: Propostas para o Brasil, cinco debates com especialistas renomados para discutir propostas para o Brasil, que servirão como base para o desenvolvimento de uma carta aos candidatos ao pleito presidencial. Os encontros devem ter como foco a economia, inovação, gestão pública, saúde e educação, que será o primeiro tema a ser levantado, no dia 31 de agosto.

De acordo com  José Goldemberg, presidente da Fapesp, ex-ministro da Educação e ex-reitor da USP, o enfoque da primeira discussão deve ser no ensino fundamental, para que se dê mais oportunidade aos jovens. Os obstáculos pelos quais passa a educação se devem também, segundo ele, à falta de valorização dos professores, e uma das soluções para os entraves é o investimento na capacitação de diretores com melhores salários e melhores condições de trabalho. Além do mais, a progressão de carreira é um incentivo para a melhora do desempenho dos profissionais.

Os encontros devem acontecer com dois expositores que apresentarão propostas para o desenvolvimento do País. O primeiro debate contará com a presença de Goldemberg e de Maurício Holanda, ex-secretário de Educação do Estado do Ceará, ex-secretário de Educação do município de Sobral, Ceará, e consultor legislativo da Câmara Federal.

A educação de qualidade é um pilar fundamental – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

No dia 3 de setembro, o encontro deve discutir economia com Marcos Lisboa, presidente do Insper e ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, e Bernard Appy, diretor do Centro de Cidadania Fiscal (CCIF) e ex-secretário de Política Econômica do governo federal.

Dia 17 de setembro, Carlos Américo Pacheco, diretor-presidente da Fapesp, e Fernanda De Negri, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), deverão fazer suas exposições com o tema Ciência, Tecnologia e Inovação. O quarto debate deve contar com Evelyn Levy, ex-secretária nacional de Gestão, consultora e especialista em gestão pública para organismos internacionais, e Humberto Falcão Martins, professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (Ebape-FGV). Ambos trarão propostas sobre gestão pública.

Por último, Drauzio Varella, formado pela USP e ex-diretor do serviço de Imunologia do Hospital do Câncer, e Mario Scheffer, professor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), apresentarão suas ideias para a saúde do País no dia 28 de setembro.

Todos os debates são abertos ao público, com início às 10 horas no IEA e com transmissão ao vivo.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  • 28
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados