Big Data gera valorização da estatística

Profissão, que transforma dados em conhecimento útil, é tema do “USP Analisa” desta semana

  • 296
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma ciência que não vive somente de cálculos, mas ajuda a transformar dados em informações que podem ser aplicadas em diversas situações. Essa é a estatística, profissão cada vez mais valorizada pelo mercado e requisitada em diversos setores. Para falar sobre essa área do conhecimento e sua importância, o USP Analisa desta semana traz o docente do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, Francisco Louzada Neto.

Imagem: Foto: Gabriel Soares – SCS – Polo Ribeirão Preto

Ele explica que os estatísticos têm sido valorizados em virtude do Big Data, uma grande massa de dados disponível atualmente gerada por processos como transações on-line, posts em mídias sociais e sinais de GPS de celulares, entre outros. “Nesse novo mundo, onde a ordem de grandeza dos conjuntos de dados é imensa, a estatística tem papel fundamental para promover a utilização de metodologias eficazes que possam ser usadas para reverter dados em conhecimento útil para tomada de decisão. Isso tanto para uso pessoal quanto para uso profissional também”.

Segundo Louzada, a aplicação da estatística para promover melhorias em processos, produtos e serviços acaba gerando reflexos no próprio Produto Interno Bruto (PIB) dos países. “Pensando em termos de ciências matemáticas, englobando, por exemplo, matemática aplicada, estatística e computação, estima-se que 15% do PIB da França e 16% do PIB da Inglaterra provêm da utilização das ciências matemáticas dentro das empresas. Nós não temos esses cálculos aqui pro Brasil. Mas com certeza essas ciências colaboram imensamente para o aumento do PIB do país”.

O USP Analisa é uma produção conjunta da Rádio USP Ribeirão Preto (107,9 MHz) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) da USP.

 

 

  • 296
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados