USP Especiais #89: Itamar Assumpção no Radioatividade – Parte 2

Segunda parte do programa especial que reapresenta conversa musical com artista que marcou vanguarda paulistana.

 06/12/2023 - Publicado há 3 meses
USP Especiais
USP Especiais
USP Especiais #89: Itamar Assumpção no Radioatividade - Parte 2
/

Trinta anos atrás, Itamar Assumpção (1949–2003) veio até a Rádio USP para uma conversa no estúdio. Com Magaly Prado estavam o saudoso técnico Tião Marciano e o estagiário do programa Radioatividade, Charles Monfort. A proposta era deixar Itamar Assumpção contar detalhadamente sobre o disco recém-lançado na ocasião: Bicho de 7 Cabeças – o primeiro disco da trilogia acompanhado pela banda Orquídeas do Brasil, integrada por dez musicistas. A reprise desta gravação de 1993 tem o intuito de prestar um tributo à genialidade deste que foi, dentre os artistas da música popular brasileira, um dos mais agudos — tão áspero e enérgico, quanto doce.

Francisco José Itamar de Assumpção nos deixou há 20 anos — uma triste efeméride, especialmente por ter morrido cedo, aos 53 anos. O compositor, cantor, instrumentista, arranjador e produtor musical, precursor do afrofuturismo e radicado em performance, foi deflagrado na cena independente paulistana que ajudou a formar nas décadas de 1980 e 1990. O legado indelével é formado por 12 discos (três póstumos).

Muito além da tradicional música negra, o som de Itamar Assumpção era um grande exercício de mistura com fusão de estilos (sem comprometimento de se fixar em nenhum deles), como samba, samba de breque, rap, reggae, rock, funk etc. — investidas dissonantes, música experimental, tudo descolado da mesmice própria dos estereótipos.

Saiba mais sobre Itamar Assumpção, suas orquídeas, discografia completa e demais informações neste link.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.