USP quer consolidar parceria com a Universidade Texas A&M nas áreas de energia e engenharia

Uma delegação da USP esteve na instituição para estudar parcerias nas áreas de energia, engenharia biomédica e engenharia aeronáutica

 07/11/2023 - Publicado há 7 meses     Atualizado: 17/11/2023 as 17:42
Por
A delegação da USP se reuniu com dirigentes e pesquisadores da Faculdade de Engenharia da Tamu – Foto: Divulgação

 

Nos dias 6 e 7 de novembro, uma delegação da USP, liderada pelo reitor Carlos Gilberto Carlotti Junior, esteve na Universidade Texas A&M (Tamu, na sigla em inglês) para estudar parcerias entre as duas instituições, principalmente nas áreas de energia, engenharia biomédica e engenharia aeronáutica.

Além disso, também foram discutidos projetos voltados para o intercâmbio de pesquisadores e estudantes e de dupla titulação para alunos de pós-graduação.

“Uma das possibilidades aventadas é de estabelecer um acordo de colaboração para pesquisas conjuntas com a NSF [Fundação Americana de Ciência, na sigla em inglês] e a Fapesp”, destacou o reitor da USP. A NSF é uma agência federal independente que financia ciência e engenharia em 50 Estados americanos.

“Durante a visita, foram identificadas algumas áreas principais para avançar em parcerias fortes e associações. As propostas em discussão envolvem a criação de centros de pesquisa cooperativa, com comprometimento de ambas as instituições”, explicou o pró-reitor de Pesquisa e Inovação da USP, Paulo Nussenzveig.

A programação da visita incluiu encontros com o presidente da instituição, Mark A. Welsh III, e com dirigentes da Faculdade de Engenharia, além de uma visita ao Complexo Educacional de Engenharia Zachry, que é o maior edifício acadêmico do campus da Tamu.

A programação da visita incluiu uma visita ao Complexo Educacional de Engenharia Zachry, que é o maior edifício acadêmico do campus da Tamu – Foto: Divulgação

 

Também participaram da visita o diretor da Escola Politécnica (Poli), Reinaldo Giudici; o diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), Osvaldo Novais de Oliveira Junior; o professor do IFSC, Vanderlei Bagnato; o professor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), Emanuel Carrilho; e o chefe do Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), Glauco Caurin. O professor da Poli, Gustavo Assi, que, atualmente, é professor visitante na universidade americana, também acompanhou a delegação.

A Tamu foi criada em 1876 como a primeira instituição pública de ensino superior do Estado do Texas. Com mais de 75 mil alunos, oferece 133 programas de graduação, 175 programas de mestrado e 92 de doutorado. Na área de engenharia, tem mais de 22.500 estudantes matriculados em 15 departamentos.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.