Pró-Reitoria de Graduação inaugura complexo integrado para a formação de professores

O Complexo Integrado de Formação de Professores da USP é voltado para três eixos: formação de professores para o Ensino Básico, aprimoramento de docentes e ensino de Libras

 24/09/2021 - Publicado há 1 mês  Atualizado: 01/10/2021 as 20:28
Por
Arte sobre fotos de Cecília Bastos/USP Imagens e MEC

A Pró-Reitoria de Graduação inaugurou nesta quinta-feira, dia 23 de setembro, o Complexo Integrado de Formação de Professores da USP. A iniciativa tem o objetivo de elaborar, consolidar e implementar uma política institucional voltada para a formação inicial e continuada de professores para a Educação Básica e para o Ensino Superior.

Edmund Chada Baracat – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

“Um dos nossos compromissos de gestão era ter um olhar voltado para a formação de professores, tanto a formação inicial quanto a formação continuada de professores para a formação básica, sem olvidar do desenvolvimento docente para o ensino superior”, afirmou o pró-reitor de Graduação, Edmund Chada Baracat, na cerimônia de inauguração do Complexo.

Coordenado pela Pró-Reitoria, o Complexo é composto por três eixos: o Centro interunidades de formação inicial e continuada de professores para a Educação Básica, o Centro de Apoio Pedagógico e o Centro de Ensino de Língua Brasileira de Sinais (Libras).

“A graduação é a razão de ser de uma universidade. Nós somos uma universidade de pesquisa, mas isso não significa que estamos centrados na pesquisa, mas sim que proporcionamos o ensino em um ambiente de pesquisa. Esse é o nosso diferencial. E esse Complexo é importante não apenas para a formação continuada dos professores que estamos preparando para o ensino básico e médio, mas também para o nosso próprio corpo docente”, avaliou o reitor Vahan Agopyan.

O vice-reitor Antonio Carlos Hernandes fez questão de lembrar que “o processo de formação de professores, do ponto de vista formal, começou há vinte anos, no último ano da gestão da pró-reitora Ada Pellegrini Grinover. Desde então, a USP tem avançado nesse processo de formação de professores, principalmente com o envolvimento das Unidades que oferecem cursos de licenciatura e das escolas de ensino básico em que nossos alunos realizam os estágios. Esse novo complexo é um eixo complementar, ligado diretamente à Pró-Reitoria e que proporcionará maior agilidade e possibilidades de inovação”.

Centro de formação de professores para a Educação Básica

O Centro interunidades de formação inicial e continuada de professores para a Educação Básica deverá fortalecer e promover ações para a formação de professores, integrando e incrementando as diversas iniciativas das Unidades que oferecem cursos de licenciatura, e consolidando a parceria com a rede pública de ensino.

“Esse centro é uma ação muito importante frente ao compromisso da Universidade para a melhoria do ensino básico, principalmente público. É uma estrutura que vai cuidar com excelência das licenciaturas e terá um grande impacto na sociedade, pois a educação de nossos jovens é o maior legado para o nosso País”, afirmou pró-reitora adjunta de Graduação Maria Vitória Lopes Badra Bentley.

Centro de Apoio Pedagógico

Já o Centro de Apoio Pedagógico é um espaço integrado de reflexão, elaboração e avaliação de práticas pedagógicas, voltado para os docentes do Ensino Superior. O propósito do Centro é aprimorar as atividades didáticas e curriculares dos cursos de graduação, oferecendo apoio pedagógico e tecnológico para o desenvolvimento contínuo dos docentes.

Entre outras ações, o Centro deverá promover discussões sobre a inovação pedagógica, além de encontros periódicos para troca de experiências e disseminação de boas práticas, e criar um repositório de materiais e recursos didáticos.

Centro de Ensino de Libras

O terceiro Centro que compõe o Complexo Integrado de Formação de Professores é o Centro de Ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Entre as ações previstas para o Centro estão as de oferecer turmas da disciplina Libras, por meio presencial e remoto, mapear os quadros de profissionais da USP já qualificados em Libras, avaliar as plataformas voltadas para a formação em Libras e implementar uma plataforma digital com recursos de ensino e aprendizagem na língua.

Baracat lembra que “a criação de um Centro para o ensino de libras é fundamental não só para as licenciaturas, mas também para os cursos de Fonoaudiologia, por exemplo, que são oferecidos em três campi da Universidade”.

Assista, a seguir, à íntegra da cerimônia de inauguração do Complexo Integrado de Formação de Professores da USP:


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.