“Série Energia”: Aquecer água à base de energia solar ajuda a reduzir conta de luz em 40%

Principal vilão do alto consumo de energia elétrica residencial, o chuveiro pode facilmente ter água aquecida por placas solares

 01/07/2022 - Publicado há 2 anos     Atualizado: 12/06/2023 as 12:13
Por
Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

A alta potência e o uso diário do chuveiro são responsáveis pelo alto consumo de energia elétrica nas residências e representam em média 40% do valor da conta de luz. Numa estimativa considerando uma família de quatro pessoas que tomam banhos de 15 minutos ao dia, o uso resulta num custo de cerca de R$ 100 ao mês. Situação que se agrava no inverno, quando o chuveiro ligado em temperaturas mais quentes usa o total de sua potência instalada, aumentando consequentemente o gasto com energia elétrica.

Para baratear o custo da energia consumida pelo chuveiro elétrico, uma das alternativas é utilizar um sistema de aquecimento solar de água. Esse sistema é composto de placas solares, também chamadas de coletores, que têm a função de captar a energia solar térmica, transferindo-a para a água. Há também, no conjunto, um reservatório térmico (conhecido como boiler), que consiste num recipiente cilíndrico isolado termicamente para armazenar a água e conservá-la aquecida.

Para o uso residencial, o custo de instalação pode variar de R$ 2 mil a R$ 6 mil e a relação custo-benefício torna-se interessante para o consumidor porque o retorno financeiro do investimento varia de 18 a 36 meses. No entanto, uma economia significativa já pode ser vista logo no primeiro mês de uso.  

A Série Energia tem apresentação do professor Fernando de Lima Caneppele (FZEA), que produziu este episódio com Iris Montani Gasparoto (discente USP Pirassununga). A coprodução é de Ferraz Junior e edição da Rádio USP Ribeirão. Você pode sintonizar a Rádio USP Ribeirão Preto em FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS. A segunda temporada da série retorna após as férias escolares.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.