Entenda o que é transtorno de atenção e hiperatividade

O transtorno atinge mais de 3% das crianças do mundo e causa problemas com a atenção e a memória

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O boletim Pílula Farmacêutica desta edição fala sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, mais conhecido pela sigla TDAH.

O TDAH é um transtorno neurológico, de causas genéticas, que geralmente acontece na infância. É causado por alterações na região frontal do cérebro e em suas conexões, que prejudicam a memória, atenção e autocontrole.  

O  transtorno atinge mais de 3% da população mundial de crianças e seus principais sintomas são a falta de atenção, inquietude e também a impulsividade. O diagnóstico do TDAH é inteiramente clínico, obtido a partir dos relatos do paciente e de sua família. 

O medicamento mais usado para tratar o transtorno é o metilfenidato, popularmente conhecido pelo nome comercial de Ritalina. Além do medicamento, o tratamento necessita de associação com a terapia cognitiva comportamental e do acompanhamento do fonoaudiólogo.

O boletim é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana.

Ouça acima, na íntegra, o boletim Pílula Farmacêutica.

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •