Entenda as razões para as doenças alérgicas na infância

Fator hereditário está relacionado à maioria das causas de alergias, mas ambiente com o qual se tem contato também deve ser considerado

Nesta edição do programa Saúde sem Complicações, o professor Pérsio Roxo, do Departamento de Puericultura e Pediatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, fala sobre doenças alérgicas na infância, divididas entre alergias respiratórias, oculares e dermatológicas e em qual período elas mais ocorrem.

O professor afirma que doenças alérgicas são, em grande parte, hereditárias e podem se manifestar em diferentes fases da vida, mas que, nos últimos 30 anos, vêm ocorrendo, na maioria dos casos, durante a pediatria. Isto se deve ao fato de que o sistema imunológico das crianças está se tornando cada vez mais ativo, sendo assim, o organismo reage de forma exagerada a alergênicos como ácaros e fungos.

De acordo com Roxo, as alergias mais comuns são as respiratórias, como a asma, doença que compromete os brônquios dos pulmões, causando falta de ar e tosse e, muitas vezes, incapacitando as pessoas que praticam atividades físicas ou realizam algum esforço físico. Também são frequentes a rinite alérgica e a conjuntivite, que comprometem os olhos e o nariz.

O programa Saúde sem Complicações é produzido pela locutora Mel Vieira e por Maju Petroni, com apresentação de Mel Vieira e trabalhos técnicos de Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana. Direção de Rosemeire Talamone.

Ouça no link acima a íntegra do programa Saúde sem Complicações.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.