Debate entre candidatos à Presidência no Brasil deixa a desejar

Assuntos como comércio e política externa, corrupção, violência, segurança e defesa não foram abordados

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

O embaixador Rubens Barbosa faz algumas considerações sobre o debate Diálogo da Indústria com os Presidenciáveis, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), ocorrido no dia 4 de julho, entre os pré-candidatos à Presidência do Brasil.

Segundo Barbosa a maioria dos candidatos ainda não se deu conta da gravidade da situação, ou seja, da crise em que o Brasil se encontra. “Alguns candidatos apresentaram propostas concretas sobretudo na área econômica, outros ficaram mais na generalidade. Ainda há uma grande ausência de debate sobre política externa, defesa, segurança, corrupção, violência e comércio exterior, o que deixa uma lacuna muito grande.”

Uma das propostas importantes apresentadas foi dar início às negociações visando ao ingresso do Brasil na parceria transpacífica, um acordo com a Ásia. “Se esta proposta for levada a sério, por algum dos candidatos, vai terminar o isolamento em que o País se encontra, que nos últimos 17 anos fez apenas três acordos comerciais. Isso aumentaria a inserção externa brasileira e melhoraria a competitividade dos produtos brasileiros na região”, analisa Barbosa.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.

 

  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados