Cometa pode ser o primeiro visitante interestelar

Cometa passou relativamente perto do Sol e da Terra e cálculos indicam que ele veio de fora do nosso sistema solar

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cometa A / 2017 U1 – Imagem: Nasa/JPL-CalTech

Todos os asteroides e cometas já observados no Universo até pouco tempo haviam se originado no nosso sistema solar. Mas há algumas semanas, astrônomos que utilizam o telescópio PanSTARRS 1 no vulcão Haleakalā, na ilha de Maui, descobriram o que eles acreditam ser o primeiro cometa já detectado que não orbita o Sol.

Os cientistas são capazes de diferenciar a origem deste cometa  porque seu movimento não pode ser explicado usando uma órbita de asteroide ou cometas do sistema solar normal. Este viajante interestelar passou relativamente perto do Sol, quando falamos de distâncias espaciais: a 37 milhões de quilômetros. E passou mais perto ainda da Terra, a 24 milhões de quilômetros.

O professor João Steiner, em sua coluna na Rádio USP, contou os detalhes, e o destino desse objeto. Ouça “Entender Estrelas”, no áudio acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •