Colunista analisa descaso com argumentos científicos no debate público

“Há um combate à racionalidade com o argumento ‘essa é minha opinião’, que aparentemente vale para tudo”, comenta Glauco Arbix

“O obscurantismo voltou a ficar na moda.” Nesta edição de sua coluna, o professor Glauco Arbix  evidencia o embate entre as opiniões pessoais sem lastro científico e fatos fundamentados em pesquisas.

“Há uma espécie de combate à racionalidade com o argumento ‘essa é minha opinião’, que aparentemente vale para qualquer coisa”, analisa Arbix. Para o professor, quando se trata de temas como a “terra plana”, a discussão chega a ser cômica. Porém, quando se chega ao ponto de deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul homenagearem um grupo de “autodenominados pesquisadores do terraplanismo”, a questão deixa de ser engraçada.

“Esse ataque é uma crítica muito forte à comunidade científica e ignora os avanços que já tivemos. As pessoas querem ignorar aquilo que faz parte da realidade.” Ele ainda comenta uma pesquisa feita recentemente pelo Pew Research Center, nos Estados Unidos, que colocou usuários de redes sociais diante de fatos científicos como a gravidade, ou o fato de a Terra não ser plana. “Apenas 26% dos entrevistados foram capazes de identificar corretamente os fatos científicos”, contou, perplexo.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Observatório da Inovação. 

O professor Glauco Arbix falou com Cinderela Caldeira.


Observatório da Inovação
A coluna Observatório da Inovação, com o professor Glauco Arbix, vai ao ar toda segunda-feira às 10h50, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •