Avanço da dengue tipo 2 preocupa especialistas

Estado de São Paulo decreta alerta para surto da doença neste início de ano

O avanço da dengue preocupa o Estado de São Paulo com a chegada do sorotipo 2 da doença. Só em Ribeirão Preto, o avanço da dengue este ano foi de 43% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde. Em São Joaquim da Barra, a prefeitura decretou estado de calamidade pública depois de quatro mortes por dengue tipo 2 este ano.

Criadouros do mosquito da dengue – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

São mais de 20 cidades em que a dengue tem avançado de forma bem acelerada, a ponto de o governo decretar estado de alerta. O professor Benedito Lopes da Fonseca, infectologista da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, explica que a dengue tipo 2 é semelhante aos demais sorotipos da doença, que vão de 1 a 4. Ele adianta que um segundo sorotipo leva o paciente a sentir efeitos mais graves da doença.

O professor, junto com autoridades e outros especialistas, se reuniu na capital para traçar ações de combate à doença. Ele conta quais as estratégias que o estado vai adotar. Uma delas é treinar médicos e enfermeiros para o atendimento adequado.

Ouça a entrevista no link acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.