Livro aborda direitos das mulheres e a crítica jurídica feminista

Obra é resultado de articulação feita pelo Consórcio Lei Maria da Penha e tem organização de pesquisadores da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto e outras universidades brasileiras

Por
Livro está disponível on-line – Foto: Divulgação / FDRP

.

Direitos humanos e violência contra as mulheres são temas que estão sempre em evidência, motivados infelizmente por notícias negativas do cotidiano. Apesar desse cenário, a crítica jurídica feminista se mantém ativa no País e reconstruir suas origens é o objetivo da coleção Tecendo Fios das Críticas Feministas ao Direito no Brasil, que acaba de ganhar seu terceiro livro, Novos Olhares, Outras Questões, trazendo textos atuais e novas perspectivas sobre os direitos humanos das mulheres. Conta com a produção de mais de 40 autoras feministas que, segundo as organizadoras da obra, ajudam acadêmicas brasileiras a conhecerem mais sobre as lutas por direitos no Brasil e a crítica jurídica feminista produzida a partir daí.

A série começou em 2019, com o lançamento dos registros das palestras e debates realizados no workshop com o mesmo nome, Tecendo Fios, organizado pelo Consórcio Lei Maria da Penha em Brasília, no Distrito Federal, que aconteceu em 2017. Depois da publicação dos registros, em 2020 foi a vez do primeiro volume do livro Tecendo Fios das Críticas Feministas ao Direito no Brasil II, Direitos Humanos das Mulheres e Violência. Essa primeira publicação recebeu o título Os Nós de Ontem, e apresenta críticas jurídicas sobre o tema produzidas entre 1980 e 2020.

A realização é do Consórcio Lei Maria da Penha, com apoio da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP, responsável pela organização e lançamento dos dois volumes do livro.

O acesso aos dois volumes do livro é gratuito e pode ser feito clicando aqui.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.