A pandemia tem afetado seus sonhos durante o sono? Compartilhe com especialistas

Técnica do “sonhar social” é guiada por psicólogos do Instituto de Psicologia da USP e pode ajudar a superar impactos do momento em que vivemos; encontros virtuais gratuitos acontecem todas as quartas-feiras

Encontros são semanais e abertos ao público – Foto: Freepik

 

Sabia que compartilhar os sonhos que você teve durante o sono pode ajudar a lidar com as intensas experiências vividas neste período de pandemia? Esta é uma técnica que pesquisadores do Instituto de Psicologia (IP) da USP estão trabalhando no Programa Autoestima do governo do Estado de São Paulo, quando ocorrem semanalmente sessões públicas, abertas e gratuitas de compartilhamento e reflexão de sonhos, pela internet.

Qualquer pessoa pode participar de uma das sessões, basta acessar o encontro que ocorre numa sala virtual neste link, todas as quartas-feiras, das 19h às 20h30. O limite máximo de participantes, que serão guiados pelos psicólogos do grupo, é de 60 pessoas por sessão. A entrada é permitida somente até os primeiros 10 minutos do início.

A iniciativa do Programa Autoestima tem como base os impactos psicológicos atuais e futuros da pandemia de covid-19, como as dores e o medo gerado pelas vidas perdidas, as preocupações econômicas, o isolamento social, a incerteza e outras questões que afetam a saúde mental da maioria da população.

Chamada de “sonhar social”, a técnica desenvolvida pelo britânico Gordon Lawrence nos anos de 1980 foi trazida ao País pela psicanalista Carla Penna, do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro (CPRJ) e da Internacional Group Analitic Society (GAS- Londres), com quem os pesquisadores da USP trabalham desde 2017. A técnica considera o trabalho de partilhar sonhos com outros, sob acompanhamento de um profissional especializado, como uma estratégia de cuidado de pessoas e coletivos.

O encontro é dividido em dois momentos, primeiro há contação de sonhos e associações e depois um momento de reflexão sobre os significados coletivos dessas narrativas. As informações e regras de participação estão disponíveis no site do programa em: https://autoestima.sp.gov.br

Além do grupo de pesquisa da USP, também participam do programa pesquisadores da Clínica de Grupos e Instituições: Abordagem Psicanalítica (CLIGIAP), associada ao Laboratório Interinstitucional de Estudos da Intersubjetividade e Psicanálise Contemporânea (LipSic, USP- PUC-SP).

 

Com informações do Instituto de Psicologia da USP

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.