Cursos com foco na pandemia são oferecidos a profissionais de saúde mental

As formações são gratuitas e possuem foco em diversas áreas de atendimento; inscrições vão até 30 de outubro

 27/10/2020 - Publicado há 1 ano
Por
Iniciativa oferece oito cursos voltados ao atendimento on-line durante a pandemia – Foto: jcomp / Freepik

.
O isolamento social provocado pela pandemia demonstrou que é preciso estar atento à saúde mental e seus impactos. Contudo, segundo pesquisa divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no início do mês de outubro, houve redução ou interrupção de tratamentos voltados à saúde mental em 93% dos países. Para ressaltar a importância e incentivar tratamentos na área, uma parceria do Instituto de Psicologia (IP) da USP, em São Paulo, com o governo do Estado, oferece cursos de qualificação a profissionais da saúde.

A oferta dos cursos é uma das ações do Programa Autoestima, lançado pelo governo em parceria com outras instituições como resposta à pandemia de covid-19. “Trata-se de um programa de promoção de saúde e de apoio psicossocial à população e de formação e qualificação de profissionais que atuam na Rede de Atenção Psicossocial do Estado de São Paulo do Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou Marilene Proença, professora do IP-USP e coordenadora de alguns dos cursos oferecidos.

Ao todo são oito cursos de aprimoramento que possuem como objetivo aperfeiçoar os atendimentos voltados à saúde mental realizados de maneira on-line durante a pandemia. Cada curso conta com 180 horas de duração, distribuídas ao longo de 18 semanas, com certificado emitido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP.

“Os docentes que coordenam os cursos são pesquisadores do Instituto de Psicologia com larga experiência na formação de profissionais. Cada curso conta também com a participação de colegas de unidades da USP, doutorandos, egressos e membros de laboratórios de pesquisa”, ressaltou Marilene. 

Os cursos ocorrerão entre os dias 9 de novembro e 30 de março de 2021. Para participar é necessário atuar na Rede de Atenção Psicossocial do SUS, apresentar registro profissional e aceitar as exigências para realização do curso; se cadastrar no site do programa e realizar a inscrição. Ela pode ser realizada até o dia 30 de outubro. Os cursos oferecidos são:

Abordagem do sofrimento nas instituições de saúde: modos de cuidar. O foco é facilitar a compreensão e ampliar as possibilidades de estratégias de cuidado oferecidas tanto aos usuários e seus familiares, quanto aos próprios profissionais de saúde, dando ênfase ao contexto da pandemia, nas instituições de saúde.

Consultas terapêuticas e psicoterapia breve na pandemia da covid-19. O curso visa refletir e instrumentalizar os profissionais de saúde, nas suas diversas áreas, para a escuta qualificada dos usuários que procuram a rede de saúde durante a pandemia de covid-19 e o isolamento social.

Covid-19 e os primeiros cuidados psicológicos. Proporcionar conhecimento teórico-prático sobre Primeiros Cuidados Psicológicos em conformidade com a proposição da OPAS – Organização Pan-Americana da Saúde (2015), como Guia para Trabalhadores de Campo, tendo em vista a pandemia de covid-19 é o principal objetivo do curso.

Escuta oportuna como cuidado em saúde mental na situação de pandemia. Entre os objetivos estão apresentar aos alunos, enquanto profissionais de saúde, possibilidades de escuta para cuidado em saúde mental, considerando a pandemia vigente.

O luto: reflexões e enfrentamento em período da pandemia por covid-19. Proporcionar conhecimento teórico-prático sobre questões da terminalidade e do luto; discutir as especificidades dos lutos; refletir sobre o sofrimento da perda no profissional da saúde; favorecer o pensar interdisciplinar sobre as questões da morte e refletir sobre as situações de luto no período de pandemia e distanciamento social são os objetivos do curso.

O trabalho com grupos on-line: tratamento e promoção da saúde. Esta formação possui o propósito de desenvolver habilidades de coordenação de grupos o-line para tratamento psicoterapêutico e promoção de saúde no contexto da pandemia e seus efeitos psicológicos, sejam eles diretos ou indiretos. 

Somatização: teoria e prática. Esta formação visa a apresentar e analisar os fundamentos teóricos e a prática no atendimento clínico a pacientes com queixa predominantemente orgânica, que são as somatizações.

Violência Intrafamiliar contra crianças e adolescentes (VDCCA), de gênero, e contra idosos: enfoque interdisciplinar. Neste curso, os profissionais da saúde irão discutir as formas de diagnóstico e intervenção social, psicológica e jurídica de casos de violência intrafamiliar; refletir sobre as políticas públicas no Brasil no que se refere à violência intrafamiliar em suas diferentes formas; favorecer o enfoque e a leitura interdisciplinar e interinstitucional de atuação na área da violência intrafamiliar.

Todos os cursos fazem parte do Programa Autoestima, realizado pelas Secretarias de Estado da Saúde (SES), de Governo (SG), de Desenvolvimento Econômico (SDE), de Comunicação (SEC) e o Fundo Social do Governo do Estado de São Paulo que viabilizaram as parcerias entre Assessoria Técnica de Saúde Mental da SES, o Instituto de Psicologia da USP (IP-USP), a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) e Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (COSEMS/SP).


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.