Quilombo Academia: A consciência crítica na musicalidade negra de Djavan e Milton Nascimento

A africanidade como ontologia libertaria na música de Djavan e Milton Nascimento

 19/04/2024 - Publicado há 1 mês
Quilombo Academia - USP
Quilombo Academia - USP
Quilombo Academia: A consciência crítica na musicalidade negra de Djavan e Milton Nascimento
/

O Djavan apresenta uma musicalidade com um arranjo, trazendo inequívocas influências indo-africanas da estética musical árabe. A africanidade na djavaniaridade é percebida no ritmo marcante que se assemelha ao vassi. De tal sorte que, a textura de nuance arabesca se estabelece como dinâmica melódica da sua música. Com um apelo reflexivo de respeito à biodiversidade na beleza do girassol, remetendo a epistemologia dos egípcio-bantu, constituem na primeira manifestação da consciência de respeito à biodiversidade. Um canto que denuncia a sobrevivência desprovida dos direitos humanos, lembrando o sofrimento da falta de água do sertanejo miscigênico, que é historicamente determinado, pela violência da desigualdade no latifúndio eurocaucasiano. A poética lírica autoral de Djavan sugere que a escatologia nordestina esculpe dialeticamente um santo, para desarticular a plantação de erva do rancor, no sentido da relação de troca, na hegemonia do euro-hetero-macho-autoritário.

O arranjo da música, de Milton Nascimento em parceria com Chico Buarque, revela africanidade. A genialidade da dupla demonstra tamboralidade sofisticada, valorizando o som do piano e das cordas, bateria, baixo e solo de trompete, que se estabelece formando com base rítmico melódica, com centralidade no ritmo da bossa nova, que tem inegável estrutura negra. A genialidade criativa dessa dupla sugere uma ontologia, caracterizada no canto que procura a essência da pessoa, que para os autores está nas relações polissêmicas, que ligam uns aos outros, sendo a polissemia da liberdade que é impossível conter ou calar. Comportamento mais próximo das relações comunais do tribalismo matriarcal africano e mais distante da lógica acumulativa eurocaucasiana.


Quilombo Academia

O Quilombo Academia é transmitido as quintas-feiras, às 13 horas, com reapresentação aos domingos, às 19 horas e 30 minutos, na Rádio USP São Paulo e Ribeirão Preto, e também por streaming. As edições do programa estão disponibilizadas nos podcasts do Jornal da USP (jornal.usp.br) e nos agregadores de áudio como Spotify, iTunes e Deezer.

. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.