Curioso por Ciência #7: Covid-19 afeta homens de maneira desproporcional às mulheres

No estudo, homens infectados pelo vírus tiveram aumento nos sinais de inflamação que estavam inversamente correlacionados com os níveis de testosterona e os resultados indicam a necessidade de manejo diferenciado da covid-19 entre homens e mulheres

 Publicado: 05/02/2024
Curioso por Ciência
Curioso por Ciência
Curioso por Ciência #7: Covid-19 afeta homens de maneira desproporcional às mulheres
/

No episódio do Curioso por Ciência desta semana Eduardo Nazaré traz a pesquisa da aluna do programa de Pós-Graduação em Imunologia Básica e Aplicada da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP  Camilla Narjara Simão Oliveira, orientada pela professora Cristina Ribeiro de Barros Cardoso e defendida em 2022.

Os resultados da pesquisa de Camila indicam que a covid-19 afeta de maneira desproporcional os homens em relação às mulheres. No estudo O dimorfismo sexual e regulação imunoendócrina na covid-19, os pesquisadores analisaram como as alterações imunológicas e hormonais influenciam as diferentes formas com que a covid-19 se manifesta nos pacientes e observaram como outras condições de saúde podem piorar a doença.

Os pacientes foram examinados utilizando um extenso conjunto de dados, obtidos a partir de exames clínicos e sanguíneos para compreender a gravidade da doença. Os resultados revelaram que homens infectados com sars-cov-2 apresentaram um quadro clínico mais grave e um tempo de hospitalização mais longo.

De maneira geral, homens infectados pelo vírus tiveram aumento nos sinais de inflamação que estavam inversamente correlacionados com os níveis de testosterona, que foram reduzidos na doença grave, independentemente de fatores como idade, diabete, hipertensão, tabagismo, obesidade e outras condições cardiovasculares ou pulmonares, o que não era visto nas mulheres.

Os dados obtidos apontam que alguns elementos imunológicos e hormonais podem levar ao agravamento da covid-19 no sexo masculino, o que indica que há a necessidade de um manejo diferencial da doença entre homens e mulheres.

Curioso por Ciência é uma coprodução coprodução entre a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, startup Dr. Fisiologia e Rádio USP Ribeirão Preto e São Paulo. Vai ao ar toda segunda-feira, no Jornal da USP no Ar na Rádio USP em São Paulo, 93,7 MHz, a partir das 7h30, e no Jornal da USP no Ar - Edição Regional na Rádio USP Ribeirão Preto, 107,9 MHz, a partir das 12h. estará disponível na home de Ribeirão Preto do Jornal da USP, basta navegar em ribeirao.usp.br.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.