Ambiente é o Meio #106: Áreas de pastagens produzem gás metano, ao invés de captá-lo da atmosfera

Para pesquisadoras, desafios climáticos na Amazônia são enfrentados com floresta em pé e investimento em recursos humanos amazônicos

Por
 25/10/2023 - Publicado há 8 meses
Ambiente é o meio - USP
Ambiente é o meio - USP
Ambiente é o Meio #106: Áreas de pastagens produzem gás metano, ao invés de captá-lo da atmosfera
/

Neste episódio do podcast Ambiente é o Meio, duas jovens pesquisadoras brasileiras, Julia Gontijo e Andressa Venturini, chamam a atenção para a questão Amazônia, aquecimento global e fenômenos climáticos. Confirmam a necessidade de manter a floresta em pé e alertam para o risco de substituir a floresta por pastagem com o desequilíbrio do potencial de produção e consumo de gases do efeito estufa. 

Egressas da pós-graduação da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba, Julia e Andressa atualmente trabalham com biologia molecular no contexto amazônico em centros de pesquisa nos Estados Unidos. Entre os primeiros resultados de seus estudos, informam que o grupo de pesquisa que integram observou modificações nas funções dos microrganismos do solo da floresta em áreas desmatadas. De consumidores de gás metano, passaram a produtores, mostrando que as emissões de gases atmosféricos nas pastagens são muito maiores que nas florestas.

Tanto Julia quanto Andressa dizem que muito ainda precisa ser estudado e avaliado para se obter respostas assertivas sobre como conduzir recuperação de matas, por exemplo, mas são unânimes em afirmar que é preciso manter as áreas intactas e as regeneradas. E, também, que, para enfrentar os desafios que ainda representam a questão do clima e manutenção da floresta, é necessário mais que incentivo à pesquisa. Para as pesquisadoras, deve-se investir na formação de recursos humanos da própria região amazônica.


Ambiente é o Meio

Produção e Apresentação: Professores Marcelo Marini Pereira de Souza e José Marcelino de Resende Pinto, ambos professores da FFCLRP
Coprodução e Edição: Rádio USP Ribeirão 
E-mail: ouvinte@usp.br
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS .
.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.