USP e Universidade de Alberta assinam acordo de cooperação para pesquisas conjuntas

O acordo prevê a colaboração internacional entre as duas instituições acadêmicas, especialmente nas áreas de inteligência artificial e desenvolvimento sustentável

 28/02/2024 - Publicado há 2 meses     Atualizado: 01/03/2024 as 19:09
Por
Comitiva canadense e representantes uspianos assinaram o acordo no Salão de Atos da Reitoria, na tarde da última terça-feira, dia 27 de fevereiro – Foto: Michel Sitnik/USP Imagens

A USP e a Universidade de Alberta (UA), instituição canadense de ensino superior, assinaram na última terça-feira, dia 27 de fevereiro, um acordo de cooperação internacional. A reunião, seguida pela cerimônia de assinatura do convênio, contou com a presença de autoridades de ambas as universidades.

O objetivo do compromisso firmado é incentivar a colaboração entre as instituições, permitindo o estabelecimento de futuros acordos de mobilidade acadêmica internacional e projetos de pesquisa em conjunto.

No encontro que precedeu a assinatura, o reitor da Universidade, Carlos Gilberto Carlotti Junior, e o presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani), Sérgio Persival Baroncini Proença, conversaram com o reitor da Universidade de Alberta, Willian Flanagan, com o vice-reitor da UA, Cristian Gonzalez-Paez, e demais membros da comitiva visitante. Entre os principais assuntos, estavam as pesquisas mais recentes das novas parceiras, sobretudo nas áreas de inteligência artificial e desenvolvimento sustentável.

O reitor da Universidade de Alberta, Willian Flanagan (à direita), e o reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Junior, estabelecem parceria entre suas universidades – Foto: Michel Sitnik/USP Imagens

“Temos a presença, em nossa Universidade, de laboratórios internacionais importantes como o Instituto Pasteur e o CNRS, da França. Neste mês, também fizemos acordos com o Instituto Max Planck, da Alemanha”, afirmou Carlotti sobre algumas das oportunidades de internacionalização que a USP oferece — mesmo para estudantes que permanecem no País.

A comitiva canadense reforçou o interesse em conhecer os campi do interior, em visitas futuras. “Eu acho que a mobilidade internacional, seja de professores, de alunos de graduação ou de pesquisadores, oferece muitas chances para sermos criativos”, respondeu a diretora do Colégio de Ciências Naturais e Aplicadas da UA, Matina Kalcounis-Rueppell, demonstrando entusiasmo com os programas da USP. 

Também participaram do evento, como convidados, o diretor da Escola de Negócios de Alberta, Vikas Mehrotra; o diretor associado do Colégio de Ciências Naturais e Aplicadas, David Bressler; o diretor associado do Colégio de Pesquisa em Ciências da Saúde, Lawrence Richer; e a parceira de serviços internacionais, Giovana Bianchi.

* Estagiária sob supervisão de Erika Yamamoto


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.