USP vai investir R$ 217 milhões nos Hospitais das Clínicas de São Paulo e de Ribeirão Preto

Os recursos serão utilizados na construção de dois novos edifícios, na reforma de espaços e na aquisição de equipamentos

 Publicado: 23/06/2022  Atualizado: 28/06/2022 as 17:39
Por
O governador Rodrigo Garcia (de camisa preta, à esquerda) e o reitor Carlos Gilberto Carlotti Junior (ao microfone) na cerimônia de anúncio dos investimentos da USP nos Hospitais das Clínicas de São Paulo e de Ribeirão Preto – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

 

Em uma parceria inédita, a USP vai investir R$ 217 milhões nos Hospitais das Clínicas de São Paulo e no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Desse total, R$ 150 milhões serão destinados à ampliação do complexo do Hospital das Clínicas, ligado à Faculdade de Medicina (FM), e R$ 67 milhões ao Hospital das Clínicas ligado à Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP).

“Pela primeira vez, a Universidade de São Paulo destina recursos do seu orçamento, da sua autonomia universitária, para investimentos importantes nos nossos HCs”, destacou o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, que participou da cerimônia de anúncio dos investimentos, realizada no Instituto Central do HC, em São Paulo. O evento contou com a presença de dirigentes e servidores da Universidade e dos Hospitais, além de autoridades políticas.

O reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Junior, ressaltou que “a parceria da USP com o HC e com o HCRP reflete o reconhecimento, pela Universidade, da complementaridade entre as atividades das instituições. Certamente, o ensino, a pesquisa e a extensão das unidades da Universidade que desenvolvem atividades nos complexos do HC e do HCRP serão realizados com maior excelência. É também importante o apoio da USP para a assistência da saúde da população do Estado de São Paulo, principalmente neste momento de pandemia”.

Segundo ele, a iniciativa faz parte de um plano de investimentos da Reitoria para a utilização dos recursos do exercício de 2022 nos anos de 2022 e 2023, em áreas estratégicas para a Universidade: aperfeiçoamento das atividades acadêmicas, projetos de sustentabilidade, apoio à permanência e ao pertencimento, relacionamento com a sociedade e instâncias governamentais, aperfeiçoamento da estrutura dos museus e órgãos de cultura e extensão e construção de um Distrito Tecnológico do Jaguaré. O plano foi aprovado pelo Conselho Universitário, na reunião realizada no dia 21 de junho.

O custeio dos novos serviços será de responsabilidade do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde.

Novo instituto

No Hospital das Clínicas de São Paulo, serão implantados dois novos prédios: o Centro de Pesquisas Clínicas e o Instituto Dr. Ovídio Pires de Campos, que receberão recursos da ordem de R$ 130 milhões. A ampliação do complexo com a construção dos edifícios vai aumentar a capacidade de atendimento do HC nas especialidades de oftalmologia, otorrinolaringologia, bucomaxilo, cabeça e pescoço e cirurgia plástica craniofacial.

+ Mais

Conselho Universitário aprova diretrizes para investimentos em áreas estratégicas 

O Instituto Dr. Ovídio Pires de Campos se juntará aos oito já existentes no complexo do HC. As obras devem ser iniciadas no primeiro trimestre de 2023, com duração prevista de 24 meses. O instituto contará com 14 salas cirúrgicas, 17 leitos de recuperação cirúrgica e outros 10 de UTI. A nova estrutura permitirá ainda aumentar em 178% a capacidade mensal de realização de cirurgias ambulatoriais, em 75% a realização de cirurgias de grande porte, que necessitam de internação, e em 47% as consultas ambulatoriais nas especialidades abrangidas.

O novo Centro de Pesquisas Clínicas será uma estrutura centralizada e profissionalizada para o recrutamento e acompanhamento de pacientes e voluntários dos estudos clínicos que são realizados no complexo do HC, seguindo padrões nacionais e internacionais em pesquisa avançada.

Além disso, R$ 20 milhões serão destinados para a aquisição de equipamentos para os centros cirúrgicos.

Oncologia e terapia intensiva

Do total de R$ 67 milhões liberados pela USP ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, R$ 50 milhões serão destinados ao Serviço de Oncologia e outros R$ 17 milhões para reforma e ampliação do Serviço de Terapia Intensiva do hospital.

Serão criados um Serviço de Diagnóstico Rápido e um ambulatório integrado de Oncologia, além do aumento de 25 novos leitos oncológicos, entre outras estruturas. Com o investimento, a unidade terá um incremento de 33% na capacidade de internações em oncologia, passando de 4,7 mil para 6,3 mil ao ano.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.