EACH lança curso de graduação na área de Biotecnologia

O curso oferecerá 60 vagas no período diurno, sendo 18 para estudantes que participarem do Sisu e 42 para os que fizerem o vestibular Fuvest

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail
Cerimônia da inauguração do curso de bacharelado em Biotecnologia da EACH, na sala do Conselho Universitário (Fotos: Cecília Bastos/USP Imagens)

Uma cerimônia na sala do Conselho Universitário, realizada no dia 5 de setembro, marcou o lançamento do novo curso de Biotecnologia, que será oferecido pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH).

Serão 60 vagas no período diurno, sendo 18 para estudantes que participarem do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e 42 para os que fizerem o vestibular Fuvest, já para ingresso em 2018.

O novo curso, cuja criação foi aprovada pelo Conselho Universitário, na sessão realizada no último dia 4 de julho, substituirá e abarcará as vagas da Licenciatura em Ciências da Natureza ministrada no período matutino, que continuará a ser oferecida à noite.

A coordenadora pro tempore do curso, Viviane Abreu Nunes Cerqueira Dantas, deu início ao evento destacando que “a proposta pedagógica foi elaborada para que dialogasse com as expectativas da sociedade”. Segundo ela, atualmente, o Estado de São Paulo concentra 40% das empresas na área de Biotecnologia em todo o país.

O presidente da Comissão de Graduação da EACH, Luciano Antonio Digiampietri, ressaltou que aquele era o primeiro novo curso implantado na Escola desde a sua fundação, em 2006. “Nosso desafio foi criar um curso que tivesse um diferencial inovador, que é característico da EACH, utilizando as vagas, os recursos humanos e a infraestrutura já existentes”, afirmou.

Já o presidente da Comissão de Pesquisa da Escola, Diego Antonio Falceta Gonçalves, comentou que os campos de atuação do profissional formado na área abrangem agricultura, saúde e indústria, e que uma das peculiaridades do curso será a parceria com empresas, como Thermo Fisher Scientific, LGC Biotecnologia, Monsanto e G&E, cujos representantes foram convidados a participar do evento.

A colaboração com o setor produtivo também foi comemorada pela diretora da EACH, Maria Cristina Motta de Toledo.  “Não canso de me entusiasmar com as iniciativas de nossos professores, funcionários e alunos, e vejo uma real potencialidade nessa parceria”, considerou.

O pró-reitor de Graduação, Antonio Carlos Hernandes, enfatizou o desafio representado pela criação do curso e disse que são boas as expectativas em relação à procura pelos vestibulandos neste ano.

O pronunciamento do reitor Marco Antonio Zago marcou o encerramento da cerimônia. “Quando assumi a Reitoria, uma de minhas principais promessas era de que a EACH teria uma atenção especial. Agradeço o empenho daqueles que estão dando início a essa aventura, pois uma das missões da Universidade é formar competências. Temos de fazer aquilo que os outros ainda não fizeram. É preciso coragem, porque o mundo é de quem tem iniciativa”, apontou.

Assista, a seguir, ao vídeo produzido pela EACH, e apresentado durante o evento, em que são abordados pontos importantes sobre o novo curso.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados