Conferência na USP se propõe a discutir as possíveis relações entre Marxismo e Feminismo

Evento na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas contará com mesas de debates com professoras de instituições brasileiras e internacionais.

 19/04/2024 - Publicado há 1 mês
Conferência Internacional Marxismo Feminista terá lugar na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP – Foto: Reprodução / Facebook

 

O coletivo Marxismo Feminista, formado por marxistas acadêmicas e militantes, promove a realização da 1ª Conferência Internacional Marxismo Feminista. O evento será sediado presencialmente na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, entre os dias 22 e 26 de abril. Durante a semana, serão discutidos em mesas de debate e apresentações de trabalhos questões como a relação entre gênero e acumulação capitalista, separação de capital e desigualdade de gênero, entre outros temas que abordam as relações entre marxismo e feminismo. 

+ Mais

Obra coletiva apresenta 32 vertentes variadas do movimento feminista

No centro das decisões: jovens formadas na USP se destacam como lideranças femininas da política

As atividades da conferência serão realizadas nos prédios de Ciências Sociais e Filosofia, para as atribuições da manhã; nas Letras, para o período da tarde; e na Casa da Cultura Japonesa, para workshops e mesas principais. Para aqueles que querem participar, porém não podem comparecer presencialmente ao campus, as mesas e apresentações principais serão transmitidas ao vivo e ficarão disponíveis no canal do youtube da FFLCH.

O objetivo do evento é contribuir para um processo de ‘feminização’ e ‘queerização’, como é citado na descrição feita pelo coletivo, da ideologia marxista. Atrelando a pauta da desigualdade de gênero às questões já abordadas na discussão sobre marxismo e acúmulo de capital, como classe e raça. 

Tratando-se de uma conferência internacional, o evento contará com atividades em portugues, espanhol e inglês.  Por conta disso, os voluntários que atuarão no atendimento a palestrantes; atendimento ao credenciamento e como monitores das atividades científicas foram selecionados para que possam se comunicar com todos os participantes, palestrantes ou ouvintes. 

O evento é aberto ao público e a participação é gratuita, a inscrição prévia só é necessária para aqueles que desejarem receber certificados de participação e de horas complementares. O credenciamento para a emissão do certificado deve ser feito antecipadamente através do forms.

Programação

Todos os dias do evento contarão com apresentações de trabalhos que foram previamente analisados e aprovados pela organização da conferência. A inscrição dos ditos trabalhos foi finalizada no dia 23 de fevereiro, e foram aceitas obras que seguissem determinadas temáticas, como releituras feministas de Marx e Engels; teoria crítica feminista; teoria queer e o Marxismo Feminista. As apresentações serão feitas individualmente ou em grupos de até quatro integrantes. 

Além dos trabalhos que serão apresentados durante toda a extensão do evento, existe uma programação principal que já foi divulgada pelo instagram da organização. Todas as atrações principais acontecem na Casa de Cultura Japonesa e, de acordo com o publicado, ficaram divididas da seguinte forma: 

 

Dia 22/04  (Segunda-feira)

14h30 – Workshop – What does “feminist” mean when talking about political economy? (O que significa “feminista” quando falando sobre economia politica?)

Com Margarita Olivera.

18h – Conferência Inaugural – Perspectivas feministas sobre o centenário do Instituto e a teoria crítica 

Com Sarah Speck e Nancy  Fraser.

Dia 23/04

(Terça-feira)

18h – Violência de Estado ontem e hoje 

Com Maria Lygia Quartim de Moraes; Amelinha Teles; Miriam Duarte Pereira e Simone Nascimento.

Dia 24/04

(Quarta-feira)

18h – Queer & Marxismo

Com Alice Granada; Amanda Palha; Carolina Iara; Eduarda Camargo e Jules Bistani.

Dia 25/04

(Quinta-feira)

18h – Feminismo e Marxismo da literatura e em tradução

Com Helena Silvestre; Maria Carolina Casati e o Coletivo Sycorax.

Dia 26/04

(Sexta-feira)

18h – Conferência de Encerramento – Sobre acumulação do capital, búfalos, pássaros, indígenas: o que Rosa Luxemburgo tem a dizer às feministas do século XXI – Por Isabel Loureiro, com Silvia Federici.

 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.