Rádio USP segue a trilha da missão folclórica de Mário de Andrade

Programa “USP Especiais” aborda a expedição enviada pelo escritor em 1938 ao Norte e Nordeste do Brasil

 

Praiás e bumba-meu-boi, expressões populares registradas pelos pesquisadores enviados por Mário de Andrade – Fotos: Reprodução / Centro Cultural São Paulo (CCSP)

O programa USP Especiais, da Rádio USP (93,7 MHz), deu início a uma série com três episódios sobre a Missão de Pesquisas Folclóricas, uma expedição organizada pelo escritor modernista Mário de Andrade (1893-1945), quando era diretor do Departamento de Cultura de São Paulo, que em 1938 percorreu o Norte e o Nordeste do Brasil com o objetivo de registrar a arte de tradição popular brasileira. No total, a expedição reuniu cerca de 21.500 documentos, entre fotografias, registros fonográficos, entrevistas e filmes mudos.

“É um conjunto documental muito importante e expressivo, porque é o registro do fazer musical do homem do Norte e do Nordeste daquele tempo e que tem muito a ver com o que somos e fazemos hoje”, afirma a professora Flávia Toni, vice-diretora do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da USP, em entrevista apresentada no primeiro episódio da série, que foi transmitida no dia 30 de outubro.

Iniciando-se em Recife, os pesquisadores dessa missão adentraram o sertão nordestino até São Luís e encerraram sua viagem em Belém do Pará, concluindo um percurso que durou quase seis meses. Nesse trajeto foram registradas expressões populares dos centros urbanos e das localidades do interior e recolhidos materiais que possibilitaram o estudo da universalização de certos gêneros e de sua adequação às localidades onde são praticados. Esse é o caso, por exemplo, do bumba-meu-boi praticado de Pernambuco até o Maranhão, sendo que naquele predomina a percussão e neste a melodia.

No primeiro programa da série, foi detalhado o percurso realizado pelos pesquisadores a partir da música de cada localidade. O segundo programa, que será transmitido nesta quarta-feira, dia 6, às 21 horas, com reprise no sábado, dia 9, às 20 horas, vai tratar da voz e, através de canções gravadas na missão, mostrar as diferenças entre seu uso como veículo da palavra, como é o caso das emboladas e dos repentes, em que predomina a expressão oral, ou como construção musical pura, como ocorre nas cantilenas e aboios. O último episódio da série, que irá ao ar no dia 13 de novembro, vai informar sobre a participação da música na dramaturgia do bumba-meu-boi.

Ouça nos links acima a íntegra do primeiro episódio da série sobre a Missão de Pesquisas Folclóricas organizada por Mário de Andrade.

O USP Especiais vai ao ar pela Rádio USP sempre às quartas-feiras, às 21 horas, com reapresentação no sábado, às 20 horas. A rádio pode ser ouvida via internet, no endereço www.jornal.usp.br/radio.

 

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.