Incubadora de empresas na USP ajuda a concretizar projetos inovadores

Fomento oferecido às startups vem do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas da Fapesp

Por - Editorias: Ciências, Tecnologia
Sala de realidade virtual da Catavento – Foto: Divulgação / Alexandre Carvalho / A2img

Empresas inovadoras que deram os primeiros passos no Cietec, entidade gestora da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP/Ipen, têm se destacado com o apoio do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Em 20 anos, foram investidos cerca de R$ 360 milhões e 14% dos projetos aprovados pelo Pipe foram para startups do Cietec.

O programa apoia pesquisas científicas e tecnológicas para micros, pequenas e médias empresas do Estado de São Paulo. Entre os projetos aprovados, mais de 250 foram de startups encaminhadas pelo Cietec em diversas áreas. Dentre elas, existem empresas especializadas em soluções tecnológicas de esterilização de equipamentos médicos, jogos eletrônicos e aplicações de realidade virtual. Os critérios para escolha das propostas financiadas são baseados na qualidade da pesquisa, relevância social e no sucesso mercadológico que o produto poderá alcançar. Conheça alguns casos de sucesso.

Autoclave Ozônio (esterilizador)

Montagem de equipamento na Brasil Ozônio – Foto: Divulgação / Samy Menasce

A Brasil Ozônio, empresa especializada em solução tecnológicas a partir do ozônio, desenvolveu o Autoclave Ozônio, um equipamento para esterilização de materiais de uso médico-hospitalar à base de ozônio. O equipamento é mais seguro, eficiente e econômico do que os sistemas utilizados até o momento. O apoio Pipe possibilitou melhoria nos equipamentos e aumento na participação no mercado. A autoclave ozônio revoluciona o processo de esterilização de materiais cirúrgicos incluindo materiais termossensíveis. O equipamento é simples e pode ser instalado em hospitais ou clínicas.

7 VRWonders – dinossauros

Jogo de realidade virtual – Foto: Divulgação / VR Monkey

A VR Monkey, especialista em jogos eletrônicos e aplicações de realidade virtual, desenvolveu o projeto 7VRWonders – 7 maravilhas do Mundo Antigo em Realidade Virtual. A tecnologia foi construída com recurso de computação gráfica e é voltada para a área do ensino de história e arqueologia. O software permite a visitação de lugares da antiguidade. A VR Monkey recebeu aporte do Pipe 1 para desenvolver o 7VRWonders – 7 Maravilhas do Mundo Antigo em Realidade Virtual, do Pipe 2 para o projeto Dinos do Brasil e do PIPE 3 para o Laboratório do Futuro.

Dispositivo de leitura RFID

Especializada em soluções corporativas para Internet das Coisas, a Nexxto recebeu apoio do PIPE 1 para construção do projeto Dispositivo de Leitura RFID (Identificação por Radiofrequência) Integrado e do PIPE 2, para construção do protótipo. Uma das aplicações desta tecnologia seria em lojas e supermercados substituindo o trabalho manual de leitura dos códigos de barras.

Sistema aviônico certificável

Especializada na fabricação e operação de sistemas aéreos não tripulados (VANTs) para aplicações na engenharia, agronomia, topografia e defesa, a XMobots recebeu o PIPE 1 e o PIPE 2 para o seu projeto de criação de um sistema aviônico certificável para os VANTS na aplicação civil. Depois recebeu mais um PIPE 1 para a sua estação de controle com padrão militar para os VANTS.

Stent coronário

A Innovatech é uma empresa especialista em corte a laser, técnica fundamental na fabricação de dispositivos metálicos utilizados na medicina, sendo o mais importante deles o stent coronário usado na desobstrução de artérias do coração. O apoio Pipe foi utilizado para aquisição de equipamentos sofisticados de última geração e continuidade e execução do projeto.

Sobre o Pipe

O Pipe dá suporte a empreendedores que querem transformar conhecimento em novos produtos ou serviços e, com frequência, fomenta a inovação em uma etapa crucial e de alto risco, que é o seu nascimento. A cada três meses, um novo ciclo é lançado pela Fapesp, sendo o PIPE 1 para a sua viabilidade, o PIPE 2 para o desenvolvimento da proposta e o PIPE 3 para o desenvolvimento comercial e industrial.

Sobre o Cietec

O Cietec, Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia, inaugurado em abril de 1998, tem como missão incentivar o empreendedorismo e a inovação tecnológica, apoiando a criação, fortalecimento e a consolidação de empresas e empreendimentos inovadores de base tecnológica. Em suas unidades de negócio, São Paulo e Mogi das Cruzes, são conduzidos processos de incubação de empresas inovadoras, em diferentes níveis de maturidade. Nesses processos o Cietec oferece serviços de apoio para demandas nas áreas de gestão tecnológica, empresarial e mercadológica, além de infraestrutura física para a instalação e operação dessas empresas. O Cietec possibilita a ampliação do índice de sobrevivência e competitividade das micros e pequenas empresas, oferecendo a excelência de sua infraestrutura, a capacitação do seu recurso humano e a comercialização e busca por investimento, como o investimento-anjo, capital semente e venture capital (capital de risco).

Com informações de Thais da Cunha/Trama Comunicação

Mais informações: (11) 3388-3045, e-mail thais@tramaweb.com.br

Textos relacionados