Uso de aparelhos eletrônicos por crianças deve ser limitado a uma hora

Familiares e responsáveis devem buscar outras atividades que também combatam o sedentarismo infantil

 12/06/2019 - Publicado há 2 anos
Por

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um novo relatório sobre saúde infantil. Nele, a recomendação é de que crianças menores de cinco anos não utilizem aparelhos eletrônicos, como smartphones e televisores, por mais de uma hora.

O relatório também fala sobre os riscos do sedentarismo para as crianças e elenca, por faixa etária, a quantidade de horas de sono. Para crianças de até 1 ano de idade, por exemplo, é essencial que durmam entre 12 horas a 17 horas.

O coordenador médico do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HCFMUSP) da USP, Alberto Helito, explica os malefícios do uso excessivo de tecnologia para a saúde das crianças e dá dicas de como esse uso pode se tornar benéfico.

Ouça a reportagem no player acima.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.