Ansiedade e depressão são doenças similares com sintomas distintos

Mesmo similares, doenças apresentam problemas distintos: depressão, perda do prazer; ansiedade, irritabilidade constante

  • 396
  •  
  •  
  •  
  •  

Em um especial de dois programas, o Saúde sem Complicações apresenta os temas ansiedade e depressão, com o médico Vinicius Guandalini Guapo. Doutor em Saúde Mental pela USP de Ribeirão Preto, Guapo trabalha com o serviço de urgências psiquiátricas no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP) da USP. O médico é especialista nas diferenças entre os sexos no processamento de emoções, efeito dos hormônios sexuais no humor e saúde mental da mulher.

A mente humana, diz, é um subproduto da atividade cerebral em relação a um outro sistema do corpo. Quando fala em depressão ou em ansiedade, Guapo afirma que fala do adoecimento deste subproduto que representa um transtorno mental. “O transtorno depressivo e o transtorno de ansiedade são, sim, tidos como doenças da mente.”

Guapo conta que, mesmo sendo similares, “quando se fala em depressão, deve lembrar-se que está falando de uma patologia que é resumida como doença da tristeza”. Enquanto isso, a ansiedade pode ser algo normal, mas que, quando patológico, “estamos falando de um transtorno generalizado de ansiedade.”

Foto: Sander van der We/ Wikimedia Commons

A depressão “tem dois principais sintomas, a tristeza exagerada recorrente e a anedonia, que é a perda da capacidade parcial ou completa de sentir prazer. Já na ansiedade, o sintoma nuclear é exatamente a própria ansiedade excessiva e fora de controle que geralmente se manifesta por preocupações exageradas, irritabilidade e angústia.”

O especialista lembra que “de 40 a 50% de um quadro depressivo ansioso são genéticos e que o restante se dá por meio do ambiente. Hoje em dia essas doenças não são mais classificadas unicamente como genética e sim como multifatorial, afinal existem os fatores ambientais, como o uso de drogas psicoativas, maus hábitos de sono e eventos estressantes.”

Guapo ainda ressalta que fatores de saúde também podem levar uma pessoa a desenvolver quadros depressivos. “Um quadro depressivo e ansioso precisa ser investigado de forma ampla, afinal ele pode estar sendo acometido por outros fatores, como: hipo e hipertiroidismo, lúpus, infarto do miocárdio, anemia, déficit de vitaminas, entre outros.”

Ouça acima na integra o programa Saúde sem Complicações.

  • 396
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados