Críticas de Bolsonaro ao Inpe são “trabalho de quem não conhece do assunto”

O professor Wagner Costa Ribeiro afirma que o instituto é reconhecido por tecnologias que auxiliam no controle de desmatamento

O programa Ambiente É o Meio desta semana conversa com o professor Wagner Costa Ribeiro, do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, sobre as críticas do atual presidente da República ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Ribeiro afirma que, através do trabalho de desenvolvimento de tecnologias aeroespaciais, o Inpe coloca o Brasil na lista dos poucos países que constroem e lançam veículos de satélites no espaço, ressaltando ainda que é devido a essas tecnologias que o instituto é reconhecido nacional e internacionalmente pelo controle do desmatamento.

O professor conta que o Inpe trabalha com os principais institutos de pesquisas do mundo, colaborando até mesmo com a Nasa. Seu primeiro compromisso, afirma, é o de ser um produtor de conhecimento, dados e análises que possibilitem a promoção de políticas públicas para a sociedade brasileira. Para o professor, as críticas do presidente Jair Bolsonaro ao instituto “foi um trabalho de desqualificação do Inpe, de alguém que não conhece do assunto.”

Ambiente É o Meio é uma produção da Rádio USP Ribeirão Preto em parceria com professores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e Programa USP Recicla, da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA) da USP.

Sintonize Ambiente É o Meio em 107,9 MHz na Rádio USP Ribeirão ou em 93,7 MHz na Rádio USP São Paulo, todas as quartas-feiras, a partir das 13 horas. Reprise aos domingos, às 17h30, nas duas emissoras.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.