Alimentos ultraprocessados aumentam chances de câncer

Comparar os ingredientes desses alimentos com os usados em casa é uma forma de reduzir o consumo

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

jorusp

 

Um estudo realizado entre 2009 e 2017, com mais de 100 mil pessoas, indica que alimentos ultraprocessados aumentam as chances de formação de tumores. Ao longo dos 8 anos de pesquisa, foi verificado um aumento de mais de 10% dos casos de câncer, causados por um incremento de 10% no consumo desses alimentos.  O professor Carlos Augusto Monteiro, do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP e coordenador científico do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da USP, falou sobre os riscos de consumir esses alimentos.

O professor explica que os alimentos ultraprocessados são alternativas de produção de baixo custo, na qual ingredientes baratos como açúcar, sal, gorduras e aditivos são combinados entre si. Segundo ele, basicamente tais produtos não são alimentos, mas sim formulações de ingredientes industriais altamente lucrativos e com aparência de comida.

O médico destaca que o problema não é o processamento de alimentos em si, que em certo nível é necessário para aumentar a durabilidade desses produtos, mas o ultraprocessamento, que está associado à diabetes, obesidade, e agora, ao câncer. Aditivos como corantes, aromatizantes, emulsificantes, adoçantes, etc., não são inócuos como se pensava até então.

Como é muito difícil ter uma alimentação livre de comida processada, Carlos Augusto Monteiro aconselha que, ao ler a lista de ingredientes dos alimentos, o consumidor compare aos que ele utiliza em casa e veja se os conhece, evitando, assim, as fórmulas industriais. O Guia Alimentar para a População Brasileira também é uma ferramenta que auxilia na escolha de uma melhor alimentação.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Print this pageEmail

Textos relacionados