Projeto Reviver quer preservar história estudantil do campus da USP em Piracicaba 

Promovida pelo Centro Acadêmico Luiz de Queiroz, iniciativa tem objetivo de salvaguardar os 115 anos de memórias e inovação agrícola promovidas na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

 15/01/2024 - Publicado há 3 meses
Projeto Reviver quer preservar os 115 anos de história da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP em Piracicaba – Foto: Divulgação/Esalq

.
O Centro Acadêmico Luiz de Queiroz (Calq), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP em Piracicaba, lança o Projeto Reviver
, uma iniciativa para preservar e celebrar sua rica história, além de garantir a manutenção de sua sede icônica. Com mais de um século de existência, o Calq é um marco histórico da Esalq, da educação e da evolução agrícola no Brasil. 

O projeto busca revitalizar e preservar esse legado por meio de duas frentes fundamentais: a primeira etapa concentra-se na restauração física de sua sede. Esta iniciativa busca não apenas reformar o espaço, mas também estabelecer um fundo financeiro dedicado à manutenção contínua da estrutura. Isso garantirá que a sede se mantenha robusta e representativa ao longo dos anos. 

A segunda frente do projeto visa disponibilizar ao público um acervo histórico, com a catalogação e digitalização de documentos que abrangem os 115 anos de história do Calq, incluindo um período crucial da evolução tecnológica na agricultura e pecuária no Brasil. 

Com a inauguração do portal que abrigará essa documentação histórica, espera-se compartilhar não apenas o legado do Calq, mas também inspirar futuras gerações a se engajarem na inovação agrícola. Além disso, foi lançada uma campanha de contribuição – doação e patrocínio – mensal para manutenção do Reviver

Status de doações para o Projeto Reviver – Foto: Divulgação/Esalq

.
Conheça mais sobre o projeto 

O Calq é um dos Centros Acadêmicos mais antigos do Brasil e desempenha um papel fundamental na educação agrícola e no desenvolvimento do setor desde 1909. Ao longo de sua história, recebeu estudantes que se tornaram figuras proeminentes na política e contribuíram significativamente para o desenvolvimento nacional.

O Projeto Reviver é uma realização do Calq, com parceria da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), que atua na gestão administrativo-financeira, sendo responsável pela aprovação da alocação de recursos, além de assessoria jurídica. A Fealq também disponibilizou recursos, através de seu Programa de Apoios, que possibilitaram dar o pontapé inicial no projeto. 

O Reviver também conta com parceria institucional do Instituto Pecege, que tem grande colaboração financeira e audiovisual no projeto, além da Esalq/USP e Associação dos Ex-Alunos da Esalq (Adealq).

Confira o vídeo de apresentação do Projeto Reviver:

 

Contribua com o projeto

O Projeto Reviver L.Q é uma iniciativa de captação de recursos que tem como objetivo reformar e manter o patrimônio do Calq, perpetuando o patrimônio e mantendo a sede para a continuidade das atividades relacionadas ao movimento estudantil. 

Segundo o site, “participar do financiamento deste projeto é retribuir com tudo o que a Esalq te trouxe e ligar o seu nome à história de uma instituição centenária, contribuindo com o movimento estudantil, projetos sociais, educacionais e culturais”. 

Há duas formas de contribuição: Doação de valores mensais a partir de 50,00 (ou outros valores); e Patrocínio, em que os interessados investem em uma cota, a partir de R$ 2 mil, e têm seus nomes ligados ao projeto, além de outros benefícios conforme a cota adquirida. As doações e investimentos de apoio serão depositados em um fundo aberto e administrado pela Fealq. Essa administração garante que os recursos só serão destinados para os fins pré-definidos no escopo do projeto. 

Mais informações sobre o projeto no site: https://projetorevivercalq.com

.

*Texto adaptado de Caio Albuquerque, da Assessoria de Comunicação da Esalq


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.