Saúde e visão: como a nutrição pode ajudar ou prejudicar os olhos

Excesso de calorias ou falta de vitaminas podem causar danos à saúde ocular, diz Eduardo Rocha

 06/12/2023 - Publicado há 3 meses
Por

Nutrição é mais do que a ciência de obter e preparar os alimentos e fazer refeições em quantidade e qualidade adequadas. A nutrição envolve hábitos, acesso a ingredientes, trabalho no preparo e ritos culturais e religiosos. A má nutrição é um dos maiores fatores de risco para doenças e morte precoce, segundo estudo recente. Boa ou má nutrição podem definir boa ou má saúde ocular e, assim, a qualidade da visão. 

É sabido que excessos tanto em calorias como em exagero na ingestão de alguns itens preferidos na dieta podem prejudicar a saúde ocular. Açúcar e álcool, por exemplo, agravam doenças, piorando a visão e podendo chegar à cegueira. Alimentos com ácidos graxos ricos em Omega 6 aumentam o risco de complicações inflamatórias. Por outro lado, a falta de micronutrientes como vitamina A pode causar doença em que a dificuldade para enxergar à noite, a frequência de terçol e falta de lágrima são sinais iniciais de um problema que pode ser  sério para a visão e para a vida. Esse problema nutricional, pouca gente sabe, foi originalmente descrito no trabalho de um brasileiro, Manoel da Gama Lobo, em 1865, e chamado de Oftalmia Braziliana; apesar disso, é um problema no mundo todo e enfrentado até hoje.

Através de uma revisão recente que investigou o tema da nutrição para a visão, liderada por Maria Markoulli e publicada em setembro de 2023, hoje sabemos que vitamina B, C e D são também necessárias para conter dano oxidativo e doenças oculares. O simples acesso à água à vontade e limpa de germes pode ser decisivo para a boa hidratação e para conter doenças infecciosas como o tracoma. Eles (autores do estudo) observaram também que os alimentos industrializados que contêm aditivos não nutricionais, contaminantes e conservantes, cujos efeitos na saúde geral e ocular não foram descartados antes de entrarem na nossa rotina alimentar, só recentemente, com o aumento na exposição, os estudos têm explorado melhor  seus riscos e em quais quantidades e tempo. Curiosamente, o café se mostrou útil para aumentar as lágrimas basais  em estudo de curta duração, faltando ainda saber se isso persiste na exposição prolongada. Tudo isso já mostra quanta variável na dieta pode interferir para o bem da visão ou nem tanto. 

A boa alimentação, na quantidade adequada, ainda é o melhor recurso para prevenir doenças e manter a boa saúde de pessoas saudáveis. Em casos de pessoas com problemas nutricionais, debilitadas ou que tiveram perdas ou carência prolongada de itens relevantes para o bom funcionamento do organismo, a ajuda profissional é recomendada para orientar as formas, quantidades e vias de reposição de itens nutricionais que estão desequilibrados. Boa alimentação sempre e ajuda médica quando necessária são úteis para manter a boa saúde e a visão. 


Fique de Olho
A coluna Fique de Olho, com o professor Eduardo Rocha, vai ao ar quinzenalmente, quarta-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7; Ribeirão Preto 107,9) e também no Youtube, com produção da Rádio USP, Jornal da USP e TV USP.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.