Estudiosos de diferentes países debatem história e cultura de povos andinos

Centro de Estudos Mesoamericanos, Amazônicos e Andinos da USP convida para o terceiro seminário sobre estudos andinos no Brasil, com palestras e atividades em São Paulo

 Publicado: 14/05/2024
Por
Uma mulher quéchua com seus dois filhos nos Andes peruanos – Foto: Peter van der Sluijs/Wikimedia Commons

 

Nos dias 16 e 17 de maio será realizado, no prédio de História e Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, o 3º Estudos Andinos No Brasil – Seminário Multidisciplinar. O evento vai tratar principalmente da cultura e história dos povos indígenas do Peru e Bolívia. Para isso foram convidados estudiosos do tema vindos de diferentes países. O seminário começa no dia 16, às 08h30, no auditório Nicolau Sevcenko, com a palestra inaugural sobre O Humanismo no Século 21, Sensibilidade, Inteligência Artificial e Literatura, pelo professor acadêmico peruano Gonzalo Espino Reluce.

Eduardo Natalino dos Santos – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Sob responsabilidade do professor Eduardo Natalino, da FFLCH, o encontro é organizado em parceria com o Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos (Cemaa), que há mais de 20 anos viabiliza e incentiva a realização de pesquisas acadêmicas sobre os povos indígenas da Mesoamérica e dos Andes Centrais, especialmente dos períodos pré-hispânico e colonial. O seminário ainda conta com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento da Pessoa de Nível Superior (Capes) e do Programa de Pós-graduação em Integração da América Latina (Prolam).

De acordo com os organizadores, os encontros visam incentivar pesquisadores brasileiros a investigar o tema. “O principal objetivo do seminário é servir de estímulo à constituição de uma rede de pesquisadores que se esforcem por lançar um olhar brasileiro sobre a história e cultura dos povos que vivem na região da Cordilheira dos Andes e adjacências, além de fomentar a criação e o reconhecimento de um espaço de interlocução científica tematicamente novo no País”, aponta Natalino.

O seminário, que teve suas edições anteriores nos anos de 2014 e 2021, abordará temas como lutas políticas, economia, cultura e cosmovisão, abrindo espaço para diferentes perspectivas ao ouvir pesquisadores de diferentes países da América do Sul.

O encerramento cultural está previsto para ocorrer no dia 17,  com música andina e latino-americana, às 20h30, no Bar Chuá (R. Estevão Barbosa, 25 – Pompéia). Já no sábado, dia 18, o Sesc da Avenida Paulista sediará uma atividade que conta com a participação de lideranças das rondas camponesas do Peru, da Confederação de Nacionalidades Indígenas do Equador e da luta anti-mineração na Bolívia.

O evento será gratuito e não é necessário se inscrever previamente. O Seminário acontece no Edifício Eurípedes Simões de Paula (História e Geografia) da FFLCH – Av. Prof. Lineu Prestes, 338 – Cidade Universitária, Butantã, São Paulo. Os encontros serão realizados no auditório Nicolau Sevcenko e na sala Elizabeth Concetta Mirra/CAPH.

Banner do III Seminário Multidisciplinar sobre Estudos Andinos no Brasil – Imagem: Reprodução/FFLCH-USP

 

Mais informações: cema@usp.br

 

*Estagiário sob supervisão de Antonio Carlos Quinto


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.