Rádio USP conta a história do rap

Programa mostra as origens do ritmo que surgiu para combater injustiças e conscientizar os marginalizados

  • 547
  •  
  •  
  •  
  •  

Seja qual for o local de origem do rap – as favelas de Kingston, capital da Jamaica, nos anos 60, ou os bairros negros de Nova York, nos anos 70, conforme diferentes historiadores -, o certo é que o rap surgiu já como uma expressão musical voltada para denunciar as injustiças sofridas pelas populações marginalizadas e como uma forma de conscientização dessa camada da sociedade.
.

O trompetista jamaicano Baba Brooks, o DJ jamaicano Kool Herc (um dos fundadores do hip-hop) e o cantor, produtor musical e DJ norte-americano África Bambaata – Fotos: Wikimedia Commons

.
Assim começa o programa USP Especiais, transmitido nos dias 1º e 2 de fevereiro de 2019 pela Rádio USP (93,7 MHz) e dedicado à história do rap. O programa é a primeira parte de uma reportagem sobre o rap, intitulada Rap – Percursos e Contradições, produzida pela Rádio USP.

Ouça nos links acima a íntegra do programa.

O programa USP Especiais Rap – Percursos e Contradições teve pesquisa e textos de Patrick Moreira Lima e revisão de Amanda Ferraresi e Gustavo Xavier. A locução foi de Gustavo Xavier, Amanda Ferraresi e Patrick Moreira Lima. Montagem de Gustavo Xavier.

 

  • 547
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados