“Síndrome do jaleco branco” dificulta a vida de quem necessita ir ao médico

Fobia de ser atendido por médicos dificulta diagnósticos e afeta pessoas no mundo inteiro

Identificada pela primeira vez em 1980, a “síndrome do jaleco branco” transforma uma simples ida ao médico em uma tarefa árdua. Seu principal sintoma é a hipertensão pontual, ou seja, os pacientes têm leituras de pressão alta em um ambiente médico, mas condições normais fora do consultório.
Para entender um pouco mais sobre como essa fobia afeta a vida das pessoas e dificulta os diagnósticos médicos, a Rádio USP conversou com o professor e médico Luiz Vicente Figueira de Mello, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Para saber mais, ouça a matéria no player acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.