Nova diretora destaca apoio da comunidade para fortalecer excelência do IRI

A nova diretora do Instituto de Relações Internacionais, Janina Onuki, e o novo vice-diretor Moacyr Martucci Junior tomaram posse no dia 3 de maio

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
(Da esq. p/dir.) O secretário-geral da USP, Ignácio Maria Poveda Velasco; a nova diretora do IRI, Janina Onuki; o reitor Vahan Agopyan; o novo vice-diretor Moacyr Martucci Junior e o vice-reitor da Universidade, Antonio Carlos Hernandes – Foto Marcos Santos/USP Imagens

Representantes do corpo diplomático nacional e internacional, dirigentes da Universidade, professores, servidores técnicos e administrativos e alunos do Instituto de Relações Internacionais (IRI) lotaram a Sala do Conselho Universitário para prestigiar a cerimônia da posse da nova diretora da Unidade, Janina Onuki, e do novo vice-diretor, Moacyr Martucci Junior, realizada no dia 3 de maio.

Janina deu início a seu discurso falando sobre sua trajetória acadêmica e profissional e a relação com o crescimento da área de Relações Internacionais no país e na Universidade. “Ingressei na USP quando o mundo começava a passar por mudanças importantes, que delineariam a participação do Brasil na comunidade internacional e a mudança de perfil, de um país fechado e protecionista para um país emergente. Tal conjuntura levou também à emergência da área de Relações Internacionais no Brasil e na USP. Ao reconstituir minha trajetória, percebo que o crescimento da área de RI no Brasil coincide com todo o investimento acadêmico que fiz na minha carreira”, contou.

Sobre sua gestão, a nova diretora conclamou o apoio da comunidade acadêmica para fortalecer o caráter de excelência do Instituto. “O início desta gestão coincide com um momento político difícil no país, de polarização e incertezas. Nosso principal ativo para superar essas dificuldades será a generosidade de todos, alunos, funcionários e docentes, comprometidos a cumprir com nossa missão dentro da Universidade e da sociedade. Saber que podemos contar com o amplo apoio da comunidade da USP nos dá a convicção de que a ciência vencerá mais uma vez”, considerou.

O reitor da USP, Vahan Agopyan, fez um agradecimento aos ex-diretores do IRI — Walter Colli, Maria Hermínia Tavares de Almeida e Pedro Bohomoletz de Abreu Dallari — que “colocaram os alicerces na Instituição”. “O IRI é uma Unidade nova, que nasceu com uma estruturação diferente das demais. É, em essência, uma Unidade multidisciplinar, criada a partir dos esforços conjuntos da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, da Faculdade de Direito e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas”, afirmou.

Para o reitor, “em poucos anos de existência, o IRI conquistou reconhecimento nacional e internacional e se impôs como uma Unidade de excelência em sua área. Cabe à nova Diretoria conduzir essa Instituição e garantir que a qualidade e a excelência sejam mantidas”.

Em seguida, os novos dirigentes foram homenageados pelas funcionárias do IRI, Adriana Vargas Castilho e Lucilene Cristina de Andrade. O encerramento da solenidade foi marcado pela apresentação do grupo Sestina, do CoralUSP, com regência de Marcia Hentschel.

A apresentação do grupo Sestina, do CoralUSP, marcou o encerramento da cerimônia – Foto Marcos Santos/USP Imagens

Quem são

Janina Onuki possui graduação em Ciências Sociais, fez Mestrado e Doutorado em Ciência Política pela USP e pós-doutorado na Universidade Estadual da Carolina do Norte. É professora titular do IRI e coordenadora da área de pesquisa de Relações Internacionais da Associação Latino-Americana de Ciência Política e da Área Temática Política Internacional da Associação Brasileira de Ciência Política.

É também membro do Conselho do Comitê Internacional de Pesquisa em Política Econômica da Associação Internacional de Estudos em Política Internacional, pesquisadora do Centro de Estudos das Negociações Internacionais e coordenadora do Núcleo de Estudos Comparados e Internacionais, ambos ligados à USP.

Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em análise de política externa, atuando principalmente com os temas regimes internacionais, integração regional e opinião pública.

Moacyr Martucci Junior é graduado em Engenharia Elétrica e em Física pela USP. Fez Mestrado e Doutorado em Engenharia Elétrica. É professor titular da Universidade  e coordenador do Instituto de Estudos Brasil Europa da USP, órgão criado em 2010 e que articula parcerias entre universidades brasileiras e europeias para o desenvolvimento de atividades de ensino e de pesquisa.

Tem experiência na área de engenharia elétrica, com ênfase em automação eletrônica de processos elétricos e industriais, nas áreas de  sistemas abertos, sistemas de automação, sistemas distribuídos, internet do futuro, sistemas móveis, arquitetura distribuída, automação bancária, engenharia de computação, internet das coisas e suas aplicações em cidades sustentáveis e agronegócios e tecnologia 5G.

O Instituto

Criado em 2004, o IRI é uma das mais novas Unidades de Ensino e Pesquisa da USP. Oferece Bacharelado, Mestrado e Doutorado em Relações Internacionais, um programa de pós-doutorado e um programa de pesquisadores internacionais, que tem por objetivo receber acadêmicos do exterior por período de tempo limitado.

Possui mais de 440 alunos, 16 docentes e 29 servidores técnicos e administrativos.

O IRI sedia, ainda, o Grupo de Acompanhamento da Conjuntura Internacional (GACint), seminário permanente, com periodicidade quinzenal, reunindo acadêmicos, empresários, dirigentes de organizações da sociedade civil, diplomatas, militares e outros funcionários governamentais graduados.

  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados