Nota do Enem poderá valer para exames feitos nos primeiros anos do ensino médio

Proposta ainda depende de análise pela Câmara dos Deputados e é comentada aqui pelo professor Ocimar Alavarse, da Faculdade de Educação

O projeto de Lei 6334/19, de autoria do deputado Luis Miranda, do DEM do Distrito Federal, propõe que os resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio pelos estudantes do primeiro e segundo anos possam valer para ingresso em instituições federais de ensino superior (Ifes) e para acesso aos benefícios de programas como o financiamento estudantil (Fies) e Universidade para Todos (Prouni). Atualmente, o Enem só pode ser utilizado por quem está concluindo o terceiro ano do ensino médio ou por quem já concluiu o curso.

O professor Ocimar Munhoz Alavarse, do Departamento de Administração Escolar e Economia da Faculdade de Educação da USP e coordenador do Grupo de Pesquisa e Avaliação Educacional, não vê com bons olhos essa possível mudança. Na opinião do professor, a proposta “intensifica a concepção de que o ensino médio é apenas e tão somente o momento de preparação para o ingresso na universidade”. Para ele, “o ensino médio deve servir para concluir e fechar a educação básica, oferecendo aos jovens, independentemente do que pretendam fazer após o ensino médio, acesso aos conhecimentos que a humanidade conseguiu consolidar, experiências enriquecedoras, e não aumentar essas disputas em propostas como a avaliação seriada.”

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da matéria.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.